Os concorrentes da terceira edição do Prémio Nacional de Publicidade (PNP) foram hoje, dia 19, apresentados ao público pela organização. O evento que já vai na 3ª edição, contou com a participação do cineasta brasileiro Joel Zito Araújo, que é presidente do júri do prémio.

Segundo a representante da organização (EME – Marketing e Eventos), Maria Martins, em relação às edições anteriores, houve um crescimento de 33% no número de empresas criativas que se candidataram aos Prémios Palmeira.

”Este ano estão a concorrer 8 empresas com 24 trabalhos”, diz a mesma fonte.

De acordo com o presidente do júri, Joel Zito Araújo, os critérios de avaliação dos trabalhos foram para além dos critérios estabelecidos pelo edital. “Valorizamos também os trabalhos que mais reflectiam a paisagem humana/física e a cultura cabo-verdiana. Houve trabalhos ricos e criativos, neste sentido. E da mesma forma, pesamos menos naqueles voltados para o público cabo-verdiano que estavam em língua estrangeira que é dominada por uma minoria. Achamos um certo erro estratégico”.

A terceira edição do PNP conta com 11 categorias: Branding, Branding Activation, Publicidade TV, Publicidade Rádio, Publicidade Print, Publicidade Internet, Campanha Integrada, Responsabilidade Social, Prémio Júnior Universitário, Prémio Agência Estrangeira e o Prémio Público de Publicidade cuja votação acontece online no SAPO CV.

Ao contrário do ano passado, segundo Maria Martins, este ano houve participação na categoria Prémio Júnior Universitário. A responsável não quis, para já, entrar em mais detalhes, mas prometeu muitas surpresas no dia da gala.

Este ano, na área da Televisão vão ser atribuídos oficialmente três prémios nas categorias: Gold, Silver e Bronze.

A representante da EME ressaltou que a categoria Vídeo contínua a liderar o mercado de publicidade pela qualidade.

Por sua vez, o presidente do júri lamentou que Rádio fosse a categoria com menos participações no PNP.  “Apesar do crescimento de 33% de participações, ainda sinto a falta especialmente da Rádio. Acho que ainda existe uma participação tímida. Gostaria de incentivar as pessoas que fazem publicidade para Rádio a participarem no PNP. Observei a publicidade cabo-verdiana com curiosidade e fiquei feliz de ver o nível da criatividade”.

O cineasta brasileiro Joel Zito Araújo, o assessor do ministério da Cultura e Indústrias Criativas, Helder Cardoso, a administradora da Média Comunicação, Lígia Pinto, a engenheira Arlinda Peixoto e o realizador Mário Benvindo são os membros do júri do Prémio Nacional de Publicidade (PNP) que “visa valorizar e reconhecer o que de melhor se faz em termos de publicidade em Cabo Verde”.

A 3ª edição do Prémio Nacional de Publicidade (PNP) acontece no dia 15 março, na cidade da Praia. Antes, no dia 14, acontece uma palestra sobre cinema na Publicidade com Joelzinho Araújo. “Essa palestra foi uma forma que encontramos de maximizar a presença do cineasta brasileiro (em Cabo Verde). Ele vai partilhar a sua experiência nesse setor”, explicou a organização.

NOTÍCIA ATUALIZADA NO DIA 21 DE FEVEREIRO

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.