O homenageado, que atualmente reside em Portugal, mas viveu durante 17 anos em Cabo Verde, onde desenvolveu intensa atividade como jornalista e intelectual, segundo a edilidade santa-catarinense, “é um grande amigo de Santa Catarina, tendo utilizado a sua influência e contactos internacionais na área da cultura para abrir portas à autarquia e trazer grandes eventos para Assomada”.

“Entendemos que uma homenagem seria justa por todo apoio, colaboração e dedicação que ele [Nuno Rebocho] tem feito à favor de Santa Catarina”, justificou o edil santa-catarinense, José Alves Fernandes.

O autarca, que falava em declarações à Inforpress, momentos antes do ato, lembrou que foi graças a este “amigo de Santa Catarina” que o município conseguiu integrar a rede cultural internacional “Sete Sóis Sete Luas”, que hoje “orgulha todos os santa-catarinenses”.

A homenagem, que teve como palco o Centro Cultural Norberto Tavares, foi ainda assinalada com apresentação do último livro de Rebocho intitulado “Rotxa Scribida”, cuja apresentação esteve a cargo de António Alte Pinho, António Sérgio Barbosa, Inês Ramos e Tchalê Figueira.

O ato, cujo homenageado não esteve presente, por se encontrar em Portugal, contou ainda com a participação do grupo de batucadeiras Raiz Fincado de Nhagar, de David Rocha (guitarra e voz) e leitura de poemas do autor.

O livro de poemas “Rotxa Scribida”, levado à estampa pela Rosa de Porcelana Editora, é uma viagem pelos 17 anos de passagem de Nuno Rebocho por Cabo Verde, através do “arguto olhar do poeta e do jornalista, numa narrativa apaixonada e envolvente”.

“Dezassete anos em Cabo Verde impregnaram-me de cabo-verdianidade. Foram usos e costumes, foram hábitos e tradições, foi toda uma cultura crioula e até mesmo o seu linguajar muito especial que em quase duas décadas moldaram o meu ânimo e espírito tal como a terrível bruma seca que, por longos períodos durante o ano, sobrevoa as ilhas e me deixou sequelas na respiração”, escreve o escritor à laia de explicação.

O jornalista, poeta e escritor Nuno Rebocho nasceu em Queluz, Portugal, mas cresceu e estudou em Moçambique, e viveu cerca de uma década na cidade da Praia, capital de Cabo Verde.

Nuno Rebocho é autor de vasta obra publicada em Portugal, Cabo Verde, Brasil e Argentina.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.