"Fundado em 1978, o conjunto Bulimundo é, talvez, a mais significativa banda de funaná da atualidade", valoriza a organização, que anunciou também a estreia em palcos nacionais da folk e do jazz de Haley Heynderickx.

Já Jacco Gardner é uma figura mais presente em palcos lusos, apresentando no Tremor "Somnium", seu primeiro disco sem voz, editado em 2018, e "que volta a espelhar a forma de como apropria e transcende as suas experiências de viajante".

CZN, projeto colaborativo entre João Pais Filipe (Paisiel, HHY & The Macumbas) e Valentina Magaletti (Tomaga, The Oscillation), e o luso-americano Trans Van Santos são outros nomes confirmados hoje pela organização do festival açoriano.

Colin Stetson, Moon Duo, Pop Dell'Arte, Grails, Lula Pena, Lafawndah, Cave e The Sunflowers haviam sido confirmados em dezembro para a edição de 2019 do certame.

O festival trará ao centro do Atlântico vários nomes portugueses e internacionais, entre 9 e 13 de abril.

Este ano, o Tremor pretende reforçar a aposta na "criação de momentos musicais que recontextualizem, divulguem e integrem a herança e história açoriana", havendo uma maior aposta "no trabalho de residências artísticas com a comunidade" local.

Na edição de 2018 do festival, houve espaço para experiências como, por exemplo, uma atuação dos brasileiros Boogarins, na ilha de Santa Maria, tendo também marcado presença no evento nomes como Liima, Dead Combo, Três Tristes Tigres ou The Parkinsons.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.