Natural da ilha de Santiago, Clauvis Oracy Oliveira Cruz, conhecido entre amigos e colegas por Oracy Cruz, criou no passado mês de março a página humorística “Bem ri Bem”. O objetivo foi tentar animar as pessoas durante a quarentena.

Oracy Cruz, fundador e presidente do movimento Safende Tudora, diz que sempre foi reconhecido pelo seu bom humor junto dos amigos e familiares, mas que a ideia de criar a página “Bem ri Bem” surgiu após a pandemia do novo coronavírus ter chegado a Cabo Verde em março deste ano.

“Na minha família todos temos este lado humorístico e sempre estamos a brincar uns com os outros. No entanto, no momento em que o país registou os primeiros caso de covid-19 e tivemos que ficar em isolamento social para evitar a propagação do vírus, com os canais de TV e rádio a passar apenas notícias de coronavírus, decidi criar a pagina “Bem ri Bem” com o objetivo de animar as pessoas neste momento difícil e proporcionar-lhes momentos de alegria e descontração”, conta.

Assim, o jovem aproveitou o momento para inundar as redes sociais com os seus vídeos cómicos e proporcionar momentos de humor para as famílias tanto em Cabo Verde como na diáspora.

“O primeiro vídeo que divulguei foi uma situação comum que acontece no seio das famílias cabo-verdianas em que o pai está sentado à mesa a almoçar e tem um copo de água ao lado, mas não hesita em pedir ao filho para lhe entregar o copo, demonstrando que é o chefe da casa e é quem manda”, recorda o jovem que diz que com este vídeo começaram a receber muitas mensagens de incentivo.

Criada em março, a página já conta com 19 mil seguidores e com vários vídeos publicados.

“Antes do término da quarentena publicávamos dois ou mais vídeos por dia, mas atualmente devido a outras condições limitamo-nos a publicar apenas um vídeo. O objetivo é continuar a ajudar as pessoas a melhorar o seu dia a dia com os nossos vídeos. Há muitas pessoas que nos enviam mensagens de incentivo e de positividade,” salienta Oracy.

Apesar de ser um hobby, o comediante não descarta a possibilidade de fazer shows e outras atividades que possam gerar algum rendimento.

Paralelamente, Oracy Cruz diz que uma outra finalidade da página é chamar a atenção das pessoas para outros aspetos relevantes da vida social. “Fizemos vídeos sobre a prevenção do novo coronavírus e também um vídeo a apelar para o uso do preservativo para prevenir as doenças sexualmente transmissíveis (DST), entre outros vídeos em que as pessoas podem aprender algo”.

No geral, os temas retratados falam sobre o quotidiano em Cabo Verde.

“Os temas falam normalmente da rotina e do dia a dia, com sugestões de amigos como Betinho Barros, Anylson Garcia (Boca Fradu) que são dois humoristas praienses e de outros dos seguidores”.

Cascadjo, Betinho, Boca Fradu são alguns dos protagonistas que participam nos vídeos da página. “Participam também os vizinhos e da minha família só ainda não participou a minha mãe… somos todos humoristas”, diz entre risos.

Rony Silva (Cascadjo) é o vilão dos vídeos “Pai português vs Pai cabo-verdiano” e nos desafios está quase sempre a ganhar o comediante Oracy Cruz nas apostas.

Oracy Cruz que diz estar surpreendido com o feedback da página que em pouco tempo está próxima de atingir os 20 mil seguidores. O jovem adianta que as mensagens e os comentários são tantos que nem sempre é possível para responder todas.

“São muitas mensagens positivas e a forma como as pessoas estão a apoiar-nos tem sido maravilhoso. Temos recebido mensagens e sugestões de vídeos dos humoristas Benji Comedia e do CVtep, enfim o feedback tem sido muito positivo ( …) é sempre bom ouvir que os nossos vídeos alegram a vida das pessoas”.

O jovem Oracy Cruz que nasceu e cresceu em Safende, um dos maiores bairros da capital, incentiva as pessoas que têm uma costela humorística para não sentirem medo de expor as suas ideias.

“O humor é muito importante e penso que todos temos um lado humorísticos dentro de nós, mesmo que não queiramos expor para um público maior, divertir entre amigos e familiares é sempre bom. (Não nos devemos) esquecer do lado humorista que deve acompanhar as nossas rotinas e que pode mudar o nosso dia a dia, tornando-o mais alegre”.

Edna da Veiga/Estagiária

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.