Em comunicado, o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, através da Comissão Nacional de Cabo Verde para a Unesco (CNU), explica que este é um projecto que lança um desafio a estudantes, que frequentem cursos de licenciatura, pós-graduação ou mestrado em arquitetura, design e engenharia para a elaboração da forma.

O mesmo é também destinado a estudantes de áreas da comunicação, psicologia, ciências sociais ou outras, para a elaboração do conceito, a nível nacional, na criação de uma estrutura intitulada “Labirinto de Género”.

Segundo a organização, o projecto visa chamar a atenção das comunidades e das autoridades sobre os impactos sociais, económicos, psicológicos da pandemia covid-19, que poderão de forma desproporcional, afectar a classe feminina em Cabo Verde.

“O encerramento das escolas tem potencial para exacerbar as desigualdades de género existentes na educação, ou criar novas, a menos que sejam tomadas medidas para entender e abordar as dimensões de género, uma vez que, os impactos da covid-19, embora sejam generalizados, poderão ser particularmente devastadores para as meninas e raparigas”, lê-se na nota.

Para o primeiro classificado haverá um prémio de investigação no valor de 45 mil escudos (por membro de equipa), e um prémio de investigação é de 35 mil escudos será para o segundo classificado.

Já para o terceiro classificado, o prémio será de 25 mil escudos, estando também previstos a apoios na publicação dos projectos desses vencedores.

O documento informa, por outro lado, que os estudantes que queiram participar devem enviar uma manifestação de interesse até o dia 31 de Agosto e que os resultados do concurso serão conhecidos até 28 de Outubro.

O concurso é realizado em parceria com o Ministério da Educação, o Fundo das Nações Unidas para as Populações (FNUAP), Instituto Camões – Cooperação Portuguesa, Instituto Cabo-verdiano para a Igualdade e Equidade do Género (ICIEG), Centro de Investigação e Formação em Género e Família (CIGEF-UniCV) e a Universidade Jean Piaget de Cabo Verde.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.