Este ano os caminhos foram diferentes para homenagear os melhores da ilha do Sal, durante 2018, tendo o grupo UniMix Deejays, promotora do evento, escolhido a cidade turística para acolher os mais de 300 espetadores, entre público, nomeados, entidades e turistas, vestindo de ‘glamour´ o salão denominado “Sala da Morna” do hotel Hilton.

Uma forma de descentralizar o evento que já vai na sua 4ª edição, segundo Sílvio Stalone, um dos elementos da organização, que conta com a parceria da Câmara Municipal do Sal, e este ano também com o hotel Hilton

Casa cheia, e, numa noite animada pelas vozes de Djila Silva, Sadia Yosouf, a pequena Mara Luz, Bruno e Uziel Sança, suportadas pela Banda da Escola Secundária Olavo Moniz (ESON), a novidade deste ano, além da mudança do lugar, foram laureados 20 figuras da ilha do Sal, do desporto à música.

Mais do que o ano passado, já que esta edição introduziu três novas categorias, nomeadamente Atleta Internacional do Ano, Moda e Melhor Álbum, totalizando a volta de 80 nomeados, distribuídos pelas diferentes categorias.

Como já é hábito, para além das distinções, no decorrer da Gala Dja D’Sal Awards foram também homenageadas outras figuras da ilha, nomeadamente a professora Maria de Purificação Rodrigues, também conhecida como Dona Fica, de 87 anos, e o empresário Manuel de Sousa Lobo, conhecido por Patone, pelo contributo prestado ao desenvolvimento da ilha ao longo dos tempos.

A condecoração dos melhores do ano foi simbolizada com uma estatueta de platina, cujos vencedores foram encontrados através de uma combinação de votos, isto é, entre o júri, responsável por 60 por cento (%) da votação, contra os restantes 40% vindo do público.

Desta feita, na categoria Desporto, Domingos Gomes foi distinguido como melhor treinador de equipa de futebol, melhor árbitro foi para o trio de arbitragem formado por António Rodrigues, Djery Lopes e Edmilson Tavares.

Diego Mosso e Ricardo Gomes receberam, respetivamente, a estatueta de melhor atleta do ano e melhor atleta internacional, a nível de futebol, e Adriana Lopes como melhor atleta feminino no ténis.

Na categoria personal trainer, Celestino Ramos foi considerado o melhor de 2018.

Na área da música, o melhor instrumentista foi para Ivandro Vieira, Sandir Palavra como melhor DJ, Cindy Brito e Tio Lino receberam a condecoração de melhor voz feminina e masculina, respetivamente, Djila Silva recebe a estatueta de melhor álbum e By. Felino, de melhor produtor musical.

Ainda na música, o melhor hip-hop coube a Dwayne Spencer, enquanto Dynamo venceu com “Espelho meu”,  considerada a melhor música popular do ano.

Na categoria Cultura, Tchida Produtions vence como melhor produtor de eventos, enquanto Ady Neves foi eleito personalidade da cultura do ano, e na dança o grupo “Estrelas do Sal”, levou o troféu.

Nas categorias, Moda, prémio Ação Social, Comunicação Social, o estilista Mozer Lima, Associação Chã de Matias, e Moisés Évora – este pela terceira vez consecutiva -, levam, respetivamente, as distinções.

Em poucas palavras, Sílvio Stalone, um dos promotores, satisfeito com mais esta edição, apesar de alguns percalços, queixando-se também da falta de patrocínio, disse que as coisas correram bem, prometendo “cada vez mais qualidade” no próximo ano, já que, conforme assegurou, Dja D’Sal Awards veio para ficar.

Hermínio Monteiro, presidente substituto da Câmara Municipal do Sal, que se fez presente no evento, destacando “a ousadia” do grupo UniMix Deejay´s e a dinâmica destes jovens, reiterou que a câmara continua a apoiar o projeto, cuja iniciativa, disse, “dignifica e enaltece” a ilha do Sal.

“Enquanto poder local é nossa missão apoiar projetos do tipo para que a ilha se transforme, cada vez mais, numa ilha cultural. Estes jovens são lutadores. Têm corrido atrás para manter esse projeto. É um projeto do Sal, para o Sal e para todos os salenses”, enfatizou.

UniMix Deejay´s é composto por quatro DJ locais, nomeadamente DJ Batista, DJ Stalone, DJ Hellboy e DJ Benas, responsáveis pela organização da Gala Dja D’Sal Awards, que vem engrandecer a cultura salense, de acordo com opinião dominante na gala.

SC/AA