Esta decisão, segundo Lili Freitas, foi tomada depois de concertarem com a Câmara Municipal de São Vicente, que anteriormente tinha rejeitado o pedido do grupo no sentido de promover o seu “assalto” nesta data, mas por fim aceitou ao acertar que Vindos do Oriente saia no sábado, dia 02 de março, à noite.

“Queríamos evitar mais polémica, por isso propomos à câmara que já aceitou e nos enquadrou nos desfiles de sábado”, explicou a responsável, que avançou à Inforpress terem já conseguido “muito mais adesão” depois desta mudança de calendário.

“Vamos sair em peso e prometemos trazer muita beleza e muita alegria, que são as essências do brincar o Carnaval”, disse Lili Freitas, adiantando que o desfile está marcado para às 19 horas, a partir da Praça D.Luís e que termina também no mesmo local.

Neste dia, realçou, prometem “inovar” com este assalto, e com um “Carnaval do povo para o povo”, que terá como tema Índia que planejaram desde do princípio para este ano, quando ainda tinham em mente desfilar como grupo oficial.

Entretanto, sublinhou Lili Freitas, pretendem trazer algo “bem feito” com “alas organizadas” à frente e trio elétrico atrás e com outros ingredientes, como a Comissão de Frente, que, ajuntou, já estava sendo trabalhado com a Escola de Dança Noelisa Santos para o desfile oficial e ainda as figuras de destaque, ala coreografada e ainda a bateria.

“Não queremos mais discussões nem polémicas, só queremos que todos se concentrem no Carnaval. Se tiver alguma coisa para discutir, discutimos depois”, salientou Lili Freitas, que assegurou estar o grupo está “aberto” a sugestões e “totalmente disposto” a colaborar” com a Liga Independente dos Grupos Oficiais do Carnaval de São Vicente (LIGOC-SV).

O grupo Vindos do Oriente tinha tomado no mês de dezembro transato a decisão de não participar no desfile oficial do Carnaval de São Vicente aprazado para o dia 05 de março, alegando “não estar disponível para compactuar com medidas” tomadas pela LIGOC-SV que, a seu ver, “irão desvirtuar o Carnaval de São Vicente”.

No entanto, em resposta ao “forte apelo” de amigos, simpatizantes e foliões resolveu organizar um “assalto” de Carnaval para segunda-feira, 04 de março, e pediram autorização da câmara municipal, que, por seu turno, disse que a decisão deveria ser tomada pela LIGOC-SV.

Uma vez ultrapassado os “obstáculos”, o grupo já confirmou que vão sair no dia 02, com “muita força e folia” e para isso marcaram o início dos ensaios para este sábado, no estaleiro localizado no Porto Grande.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.