Aconteceu na tarde desta quinta-feira, 11, na Praia o anúncio dos vencedores do carnaval da Praia.

Em conferência de imprensa, o vereador da cultura da CMP, António Lopes da Silva, começou por felicitar e agradecer todos os grupos oficiais que fizeram parte da festa do Rei Momo apesar da “muita pressão” no sentido de não haver este ano desfiles. Enalteceu igualmente o carnaval na capital que “cada vez mais está a satisfazer os munícipes”.

Quanto à ausência das escolas do EBI no carnaval deste ano, o vereador explica que não compreende os motivos apresentados por alguns gestores das mesmas. “Foi muito mau para a Praia porque o carnaval das escolas do EBI tem estado com uma dinâmica espetacular, toda a gente gosta e é uma festa que leva os pais à escola.”

O anúncio dos vencedores foi feito pelo presidente do júri, Camilo Medina. Júri que é composto por mais de 20 elementos, de diversas áreas e que avalia com base num regulamento. “Este ano houve muito equilíbrio entre os grupos. Basta dizer que a diferença de pontos entre o primeiro lugar e o quinto foi apenas de cerca 200 pontos. Foi um trabalho difícil para nós”, disse.

Vindos d’África ficou então em primeiro lugar, pelo terceiro ano consecutivo, com 823,5 pontos, Samba Jô em segundo lugar com 818 pontos, Estrela da Marinha em terceiro com 782,5 pontos, Vindos do Mar em quarto com 694 pontos e, por último, Acarinhar com 644 pontos.

Samba jô, apesar de ter sido o segundo classificado, angariou a maior parte dos restantes prémios tendo vencido nas categorias de melhor alegoria, melhor rainha de bateria, melhor mestre-sala e melhor rainha.

Já Vindos d’África venceu nas categorias “bateria”, “Porta-bandeira” e “rei”. Estrela da Marinha levou a melhor na categoria “Música” com tema da autoria de Constantino Cardoso.

O anúncio dos vencedores aconteceu na presença dos responsáveis de todos os grupos oficiais e ainda no decorrer da conferência de imprensa começou-se a ouvir as primeiras vozes da discórdia. Elementos do grupo Samba Jô fizeram-se ouvir, visivelmente descontentes.

 “A voz do público é que manda e é o mais importante. Nas pontuações se acharam que não mereço … é o meu esforço que fica em vão. Mas de qualquer forma não digo que não volto a fazer carnaval”, disse emocionado o responsável do grupo Samba Jô.

Já José Gomes, " Breu" , rosto do grupo vencedor, Vindos d’África, mostrou-se sereno e satisfeito. “Nós fizemos sempre com que a Praia tivesse Carnaval … nós somos uns promotores do carnaval da Praia. Mesmo que não vencêssemos festejamos na mesma. Este resultado positivo dá-nos mais força para fazer cada vez mais e melhor.”

O grupo Estrela da Marinha que no ano último ano mostrou o seu descontentamento perante as classificações finais, alegando inclusivamente que não voltaria a sair na avenida, este ano preferiu não se manifestar com a justificação de que estavam ainda a analisar e a digerir os resultados.

Com a desistência do grupo Intervila, os 300 contos que cabiam ao grupo, foram redistribuídos pelos prémios monetários finais que foram então aumentados. O primeiro classificado leva para casa 450 contos, segundo lugar 280 contos, 170 contos para o terceiro lugar e 50 contos para os dois últimos classificados.

Amanhã, 12, acontece pelas 17 horas na praça Alexandre Albuquerque no Platô a entrega dos prémios.

 

Veja as fotos do desfile oficial

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.