“Podemos até ficar no 15º lugar”, como entender o júri, “não há problema nenhum, o nosso orgulho em fazer o Carnaval é que mais conta”, afirma São Costa acrescentando que ainda este ano vai pôr de pé o museu do Carnaval, num espaço que possui na  Ribeira de Julião.

Desde meados de Novembro a labutar no estaleiro, na Ribeira de Julião, São Costa traz consigo seis homens e duas mulheres, todos os dias, para garantir tanto quanto possível a perfeição dos três carros alegóricos que vão sair à rua.

O tema de Sonhos sem Limite para este ano é “O circo e as fantasias do Mindelo”, mas São Costa esclarece que os espectadores não irão ver leões nem girafas, mas apenas “bichos da terra”.

Em 2012 desfilaram no grupo 700 figurantes, mas este ano a presidente da colectividade quer elevar a cifra para mil, com os ensaios a terem início a 08 de Fevereiro no pátio do Liceu José Augusto Pinto, na cidade do Mindelo.

O pelouro da Cultura da Câmara Municipal de São Vicente deverá anunciar o valor do subsídio que anualmente atribui aos grupos na terça-feira, 14, por altura da primeira reunião com os representantes das cinco escolas que irão competir este ano.

O grupo foi criado em 1998, ano em que conquistou logo o primeiro lugar na tabela classificativa, tendo repetido a proeza em 2005.

 

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.