Trata-se de um equipamento novo que já traz cadeiras individuais incorporadas e que deve acolher para cima de mil pessoas, conforme um elemento da empresa portuguesa que se ocupa da montagem das bancadas.

Mandadas trazer pela Câmara Municipal de São Vicente, caberá, no entanto, à Liga Independente dos Grupos Oficiais do Carnaval – São Vicente (LIGOC-SV) efetuar a exploração comercial das mesmas, com a venda dos lugares ao público.

A LIGOC-SV, aliás, desde a semana passada, iniciou a montagem de bancadas na Praça Nova, na linha do que ocorreu ano passado, e, segundo o seu presidente do conselho diretivo, Marco Bento, os bilhetes que dão acesso aos lugares sentados estarão à venda a partir das 10:00 desta quinta-feira, 28, na Praça Nova.

Quem quiser assistir ao desfile de Samba Tropical, na segunda-feira, 04, e o desfile oficial de terça-feira das bancadas da Rua de Lisboa, paga dois mil escudos pelos dois dias.

O lugar individual nas bancadas que vão ser também instaladas na Avenida Baltazar Lopes da Silva custará quinhentos escudos/dia e, o da Praça Nova terá preço de trezentos escudos, na segunda-feira, e quinhentos escudos, na terça-feira de Carnaval.

Certo é que, este ano, deve aumentar “consideravelmente” o número de lugares sentados para o público assistir aos diversos desfiles, que principiam já esta sexta-feira, com os jardins infantis e escolas do ensino básico.

Este ano o número de grupos inscritos para a animação nos dias que antecedem a terça-feira de Carnaval aproxima-se da meia centena, com desfiles distribuídos por sexta-feira, sábado, domingo e segunda-feira.

Assim, na sexta-feira, 01 de março, para além das jardins infantis e escolas do ensino básico durante o dia, à noite fica reservada ao Trio Elétrico do Mindel Fantasy.

Sábado, 02 de março, está reservado, no período da manhã, ao desfile da Escola Portuguesa e os Salesianos, à tarde o bloco dos professores e da Delegacia de Saúde, entre outros, tomam contam da baixa do Mindelo, e, à noite, prevê-se a animação do Grupos Vindos do Oriente, com trio elétrico.

Domingo, 03 de março, é o “dia grande” da animação carnavalesca em São Vicente, pois a programação indica habitualmente o desfile de vários grupos de animação de zonas, sem contar com os mandingas.

Segunda-feira, 04 de março, véspera do dia do desfile dos grupos oficiais, para além do desfile das quatro escolas secundárias da ilha, tem como maior atrativo o cortejo da Escola de Samba Tropical, um das mais afamadas de Cabo Verde, com a particularidade de desfilar sempre à noite, juntando residentes e emigrantes que regressam por uns dias para brincar o Carnaval.