Ao longo do último fim-de-semana, mormente sexta-feira e sábado, as principais artérias dos seis concelhos (Santa Catarina, São Salvador do Mundo, São Lourenço dos Órgãos, Santa Cruz, São Miguel e Tarrafal) foram literalmente invadidas pelas batucadas dos vários grupos, constituídos essencialmente por crianças dos jardins infantis e das escolas do Ensino Básico Obrigatório e Ensino Secundário.

“Roda dos Alimentos”, “Profissões”, “Saúde e Desporto”, “Agricultura e Alimentação”, “Alimentação Saudável”, “África”, “Promoção da Morna e Prevenção do Ambiente” e “Do lixo ao luxo: um Carnaval sustentável”, são temas que nortearam os desfiles dos jardins infantis e escolas.

Já hoje, terça-feira, foi a vez dos grupos oficiais descerem às ruas e abrilhantar a festa do rei Momo, uma manifestação cultural que tem tido ganhos significativos a cada ano em Santiago Norte, tendo levado muita imaginação, folia, alegria e cores às ruas da região.

Em Santa Catarina, o único grupo oficial, “Mundo Colorido”, homenageou o município no seu enredo. Também neste concelho, o grupo de Mandinga de Achada Lém saiu com um total de 12 figurantes para abrilhantar a festa do Rei Momo.

O grupo de Assomada, que desfila desde 2009, partiu do Liceu Amílcar Cabral (LAC) em direcção à Bolanha, seguindo para a Avenida e desembocou na Praça Central de Assomada, onde estavam uma “enchente” de pessoas à espera deste bloco carnavalesco.

Mundo Colorido levou para a rua cerca de 100 figurantes, de todas as gerações, que desfilaram em oito alas, um carro alegórico e banda de percussão aclamando “Assomada, cidade maravilhosa”, um dos trechos da música feita para a ocasião.

Já em São Miguel, os grupos oficiais AJA Pizarra (Made in São Miguel) e Filhos de Veneza (Cultura), que levaram muita batucada, folia e uma mistura de cores, conseguiram, mais uma vez, arrastar multidões.

Esses dois grupos trouxeram como novidades músicas relacionadas com os seus temas “Made in São Miguel” e “Cultura”, respectivamente.

Em São Lourenço dos Órgãos, os grupos comunitários que retrataram vários temas, “Tabanca” (Rasgata Valor, de João Teves), “7 Maravilhas de São Lourenço dos Órgão” (Órgãos no Coração, de João Teves), “Época Colonial” (Lage) e “Cultura Egípcia” (Arcos Íris, de Levada), desfilaram no percurso cidade de João Teves/Mercado, onde todos os grupos se concentraram para uma batucada.

Pelo terceiro ano consecutivo, diferente dos outros concelhos, no município de São Salvador do Mundo, houve concurso, com a participação dos três grupos oficiais.

O pontapé de saída foi dado pelo grupo de animação de Pico Freire, sendo que os grupos oficiais desfilaram no sambódromo com temas como “Brincando com as cores” (Comunidade Achada Igreja), “Nascer do Sol” (Ilhéu e Babosa) e Violência Baseada no Género (VBG) pelo grupo de Leitãozinho.

Todos os grupos que percorreram um “percurso curto” na cidade de Achada Igreja tinham um andor cada e levaram entre 50 a 60 foliões de todas as faixas etárias, ao som de várias músicas do Carnaval do Brasil.

No final do desfile, o grupo de Achada Igreja, foi o “grande vencedor”, relegando para o segundo lugar o Ilhéu e Babosa, enquanto grupo de Leitãozinho ficou em terceiro lugar, levando para casa um prémio pecuniário de 20, 15 e 10 contos, respectivamente.

Já em Santa Cruz houve uma “Folia de Carnaval” organizada pela Associação Portas Abertas e Associação de Cutelinho.

Em Santiago Norte, os grupos contaram com apoios das câmaras municipais e do Ministério da Cultura e das Industrias Criativas, com excepção de Santa Catarina, cujo único grupo contou apenas com apoio da edilidade.

Nesse sentido, os responsáveis que prometem continuar a brincar o Carnaval no próximo ano, pedem mais apoios para que possam levar “mais imaginação, folia e cores” às ruas da região.

Terminando os desfiles, as discotecas da região oferecem “Baile de Carnaval”.

Os municípios de São Lourenço dos Órgãos, São Miguel, Santa Cruz e Santa Catarina organizaram, nos respectivos concelhos, a “Feira de Cinzas” disponibilizando os principais ingredientes para a confecção do tradicional almoço de Cinzas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.