O vereador da Cultura edilidade dos Mosteiros, Domingos Vaz Mendes, reuniu-se com dirigentes escolares do município para socializar o regulamento do Carnaval 2014 e debruçar-se sobre as categorias a premiar e os prémios a serem atribuídos.

Segundo uma nota de imprensa da edilidade dos Mosteiros, os 500 contos anunciados destinam-se para o Carnaval escolar, sem contudo fazer referência a eventuais apoios a grupos carnavalescos do município, notando que a medida surge no âmbito da institucionalização do Carnaval escolar.

Com esta medida, a Câmara quer apostar assim no reforço da festa do Rei Momo no município para que o Carnaval seja uma manifestação “cultural de excelência” e capaz de atrair a concorrência de visitantes municipais, regionais, nacionais e estrangeiros para os Mosteiros.

No ano passado, a edilidade dos Mosteiros tinha disponibilizado, inicialmente, um subsídio de 200 contos às crianças do pré-escolar e do ensino básico e aos grupos Flor da Vila e Finca-pé para a realização de Carnaval de animação, já que não houve no ano passado o desfile oficial nos Mosteiros.

Apesar de um “ aumento significativo” o Carnaval escolar, este valor ainda é inferior aos 600 contos disponibilizados no ano de 2012 para a apoio e atribuição de prémios aos grupos carnavalescos do município, incluindo apoio às escolas do ensino básico e aos jardins-de-infância.

 

SAPO C/ INFORPRESS

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.