O desfile dos mais pequeninos na Avenida Cidade Lisboa contou com a presença dos jardins Suzy, Catly e o grupo dos jardins da Câmara Municipal da Praia. Mais de 500 crianças passaram pelo sambódromo da Praia.

O primeiro a desfilar foi o jardim Suzy, por volta das 15h40, com o enredo “Frutas e Legumes”, retratado em 13 alas em que a ala da frente contou com duas porta-bandeiras e uma figura de destaque que representava a uva. As restantes alas representavam outras frutas e legumes.

“O tema foi escolhido com o propósito de demonstrar às crianças a importância das frutas e legumes e que devem consumi-los. Trouxemos a beringela que é uma fruta que poucas crianças conhecem e é pouco consumida, por isso introduzimos esta fruta para chamar a atenção dos seus benefícios. Também trouxemos o caju que é pouco consumido, apelando aos pais a ensinarem os filhos a comer todas as frutas e legumes necessários para o seu crescimento”, explica a diretora Suzete Carvalho Silva.

A nível dos figurantes, o jardim Suzy levou para Avenida cerca de 100 figurantes e um carro alegórico, retratado por frutas e legumes e contou com um rei, duas rainhas e outras figuras de destaque.

A diretora do jardim fez um balanço positivo do desfile e adiantou que apesar de ser um pouco cansativo, ficou feliz e satisfeita com o resultado. “As crianças estavam todas contentes e lindas”.

No final do desfile, as crianças do jardim Suzy foram brindadas com frutas, uma iniciativa, que segundo a diretora, visa incentivá-las a consumir todas as frutas.

Com o enredo “Mar” retratado em 10 alas em que os meninos representaram o peixe, a tartaruga, as conchas, o tubarão, o polvo entre outras espécies marinhas, o jardim Catly levou um carro alegórico com destaque para a figura de uma baleia. “Devemos proteger o mar e não deitar lixo é isso que ensinamos às nossas crianças no jardim, além de termos de manter a nossa praia sempre limpa”.

O desfile deste pré-escolar foi ainda acompanhado por um grupo de mandingas, que são adolescentes que já frequentaram o jardim Catly.

A responsável do jardim, Alice Monteiro disse que o desfile correu bem, mas salientou que poderia ser melhor se não fosse pelo atraso da verba disponibilizada pela CMP. “Deveriam disponibilizar a verba a tempo e horas para que os trabalhos fossem melhor desenvolvidos”.

Jardins da CMP com maior número de foliões

Os últimos a desfilar na tarde deste domingo, 23, na Avenida Cidade de Lisboa foram os jardins da CMP, que saíram com 442 figurantes e mais 9 crianças do projeto da “Casa Primavera” da câmara que são crianças com necessidades educativas especiais. “O Carnaval é uma festa para todas as crianças e queremos promover a inclusão social”.

À semelhança do Jardim Catly que retratou o mar, os meninos da CMP levaram para Avenida o enredo “Maravilhas do Mar” retratado em 9 alas em que as crianças a representar diferentes espécies marinhas, como estrelas do mar, peixes, caranguejo, tubarões e tartarugas.

“É um tema bonito que traz muita alegria, cores e muita emoção e é isso que queríamos trazer para a Avenida”, disse a coordenadora Leila de Jesus Varela Tavares. A mesma fonte adianta que o resultado do desfile foi satisfatório.

Avaliação positiva dos pais e do público 

Para Emileno da Luz Lopes, o desfile deste ano esteve melhor do que no ano anterior. “A organização estava melhor, o som e os trajes também. Estava tudo lindo e as crianças divertiram-se muito”, afirma este pai.

Apesar do custo ser um pouco elevado Emileno da Luz Lopes diz que o resultado compensa. “Ver as crianças alegres é uma satisfação para mim como pai, por isso pretendo continuar a acompanhar minha filha todos os anos no desfile”, diz com entusiasmo.

O mesmo sentimento é partilhado pela mãe Edna Rodrigues Lopes. “O desfile estava bonito, colorido, brilhante e bem organizado e espero que continue".

“O desfile dos Jardins Infantis é uma boa iniciativa porque todas as crianças têm o direito de se divertir e de brincar a festa do Rei Momo”, realça Celestino.

O desfile dos Jardins Infantis que terminou depois das 17 horas, aconteceu na tarde deste domingo, 23, na Avenida Cidade de Lisboa, contou ainda com a participação da Rede Nacional de Coalizões Comunitárias Anti-Drogas, RENACA, que saiu enquanto grupo de animação para passar o alerta sobre o uso abusivo do álcool no seio da sociedade cabo-verdiana.

“A mensagem é de prevenção precoce do consumo do álcool que está a acontecer no seio das crianças e dos adolescentes que atualmente é uma realidade e não podemos esconder. Pois, o nosso objetivo é fazer com que a sociedade comece a refletir sobre os males deste consumo e é preciso mobilizar esforços em prol da proteção das nossas crianças e dos nossos adolescentes e sobretudo apelar à consciencialização das comunidades”, diz coordenador da RENACA.

De realçar que as crianças do EBI este ano não vão desfilar na Avenida e que o desfile dos Jardins Infantis deste ano não tem concurso.

Os grupos oficiais do Carnaval vão desfilar na tarde do dia 25 de fevereiro na Avenida Cidade de Lisboa.

Edna da Veiga/ estagiária

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.