Com 12 anos a brincar a festa do Rei Momo na capital, um dos grupos oficias do Carnaval da Praia, Vindos do Mar, garante que está a trabalhar arduamente para levar ‘mais brilho e mais fantasia’ em comparação aos anos anteriores.

A responsável do grupo Vindos do Mar, Amélia Da Rosa Monteiro, diz já ter recebido a primeira tranche da verba disponibilizada pela Câmara Municipal da Praia (CMP).

“Recebemos 450 contos da câmara, mas o valor é insuficiente para colmatar as dificuldades”, assevera a responsável.

Entretanto, a segunda tranche da verba no valor de 150 contos referente ao total de 600 contos deverá ser brevemente atribuída pela CMP, segundo Amélia Monteiro.

Com o enredo “Homenagem às Embaixadas” retratado em seis alas e num carro alegórico, Vindos Mar pretende levar 300 figurantes, entre os quais conta ter a participação de pessoas de localidades como Achada Grande Trás e Achada Mato, para além de Achada Grande Frente.

“É um tema interessante que visa demonstrar a importância e o contributo das embaixadas acreditadas no pais e a parceria existente”, adianta a responsável.

O grupo Vindos do Mar contou com o apoio da Embaixada de Angola, mas a responsável Amélia Monteiro salienta que gostaria de ter patrocínio de outras embaixadas.

“O nosso grupo depara-se com muitas dificuldades. Se tivermos o apoio de outras embaixadas seria gratificante”, diz esperançosa.

“Nós Terrinha Cabo Verde” é a música do grupo Vindos do Mar e vai ser interpretada por Jorge Tavares.

Amélia Monteiro garante que os preparativos estão a decorrer bem e que apesar das dificuldades o grupo está a trabalhar para a ‘vitória’.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.