Apostado em brincar o carnaval, o grupo “Maravilhas do Infinito” quer trazer um pouco do brilho do Carnaval de Mindelo para a capital. Quem o diz é o responsável do grupo, Anilton Borges.

Natural de São Vicente, Anilton que atualmente reside na Praia resolveu montar um projeto de Carnaval juntamente com moradores do bairro de Achada Grande Frente.

O enredo nesta estreia intitula-se “Um sonho infinito”. O responsável do grupo encontra-se em São Vicente de onde pretende trazer alguns trajes carnavalescos para o desfile do dia 28.

Para esta primeira vez na Avenida Cidade Lisboa, o grupo ambiciona levar cerca de 150 figurantes.

Os preços dos trajes variam entre os 1.500 e os 15 mil escudos para figuras de destaque. O grupo vai ter as figurantes de Rei e Rainha, bem como Rainha de Bateria, e quer sair com um carro alegórico.

A música do grupo é da autoria de Tó Heaven e os ensaios para o desfile decorrem, a partir das 19h30, no liceu de Achada Grande, durante a semana, e no Parque 5 de Julho, ao fim-de-semana.

“A cidade da Praia tem tudo para fazer um lindo Carnaval”, salienta Anilton Borges e lamenta que este ano não haja concurso oficial para atribuição de prémios relativos ao desfile. O responsável do “Maravilhas do Infinito” diz que o grupo quer “incentivar a população da cidade a brincar o Carnaval”.

O grupo já recebeu uma parte da verba disponibilizada pela Câmara da Praia e aguarda agora pela cedência de um atrelado para montar o carro alegórico, contudo deixa um apelo aos privados para que apoiem o carnaval da capital.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.