Devido a desistência do grupo de Vila Nova, Intervila, de participar no desfile do carnaval da capital, alguns jovens decidiram unir-se e criar um coletivo para representar o bairro que os viu nascer.

Segundo o representante do “Jovens de Vila Nova”, Joceliano Vieira, mais conhecido por VIDJ, o carnaval é uma cultura de Vila Nova e por isso tiveram a iniciativa de participar e representar o bairro.

“Como este ano não há prémios oficiais, decidimos participar. Estamos a dar o nosso melhor para levar um excelente carnaval para a avenida. A Praia tem de ter um bom carnaval”, diz.

Questionado sobre os preparativos, Joceliano disse que estão atrasados, mas estão a correr a bom ritmo.

“Já recebemos 60 por cento da verba disponibilizada pela Câmara Municipal da Praia. Agora vamos prestar contas para podermos receber o restante para prosseguir com os preparativos”, salienta.

O coletivo que participa pela primeira vez no carnaval da capital do país vai levar um andor e 4 alas para a Avenida Cidade Lisboa. “A perspetiva era levar quatro andores, mas, como não temos tempo, optamos por um”, diz.

No que se refere à figuras de destaque Joceliano explica que vão ter rei, rainha, mestre-sala e porta-bandeira.

O tema do grupo é sobre o meio ambiente. “Como este ano proibiram o uso de sacos de plásticos no país, queremos chamar a atenção para os cuidados a ter com o meio ambiente”, afirma.

É de realçar que os ensaios oficiais do grupo “Jovens de Vila Nova”, formado por jovens que têm participado no carnaval da Praia, bem como na construção dos andores, arrancaram na segunda-feira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.