Mesmo com algumas dificuldades financeiras, o grupo Estrela da Marinha já deu o pontapé de saída dos ensaios, contando ainda com poucos figurantes, mas considerados féis, por isso está aberta, de acordo o responsável, António Dias, para inscrições de mais pessoas.

“Os preparativos este ano não vão como no ano passado porque ainda não recebemos nenhum subsídio”, explicou a mesma fonte, acrescentando que os compositores não entregaram as músicas a tempo.

“Sabemos que na Cidade da Praia as pessoas não são como em São Vicente, em que aderem ao grupo mesmo antes da época para que as costureiras possam avançar com a confecção de roupas”, precisou.

Contudo, aproveitaram as músicas do ano passado para os ensaios, tendo em conta o aproximar do Carnaval, como conta, António Dias, que espera com estas batucadas chamar a atenção dos interessados em inscreverem-se para a tradicional festa do Rei Momo.

A expectativa é contar com 300 figurantes, segundo a mesma fonte que acredita que quanto mais figurantes houver, mais beleza terá na apresentação.

Para demonstrar a preocupação com o modo como se está a tratar o ambiente, o grupo optou pela escolha do tema que representa as quatro forças da natureza, ou seja, Água, Fogo, Ar e Terra, visando alertar para a necessidade de prestar um pouco mais de atenção para a camada de ozono.

Entretanto, e como os demais grupos oficiais, já receberam os 100 mil escudos do Ministério da Cultura e estão a aguardar pelo apoio da autarquia praiense para ter garantia de um melhor subsídio.

Enquanto isto, o responsável disse que estão neste momento empenhados no trabalho com os materiais do ano passado e alguns novos adquiridos, de modo a manter a sua representação no Carnaval 2015.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.