Os dois grupos, primeiro e segundo classificados da edição 2017 do Carnaval de São Filipe, vão discutir o título no desfile de hoje, com o Mar Azul a homenagear a China e a cultura e o Fogo em Chamas a levar as pessoas à imaginação.

O Mar Azul, segundo “Tiny”, um dos responsáveis do grupo, pretende destacar o impacto deste país na sociedade cabo-verdiana, quer através de protocolos e de intercâmbios como da proliferação de lojas em Cabo Verde, acrescentando que hoje a sociedade é diferente e com acesso a diversos produtos que antes não era possível.

Pretende-se, igualmente, com o tema reconhecer o apoio da China na realização de grandes infraestruturas no arquipélago como palácios da Assembleia e do Governo e o estádio nacional.

Este grupo tenciona levar para a avenida 220 figurantes com três carros alegóricos, retratando a cultura chinesa, com destaque para o dragão chinês.

Com relação ao Fogo em Chama, Mário “Djack”, um dos responsáveis, não quis levantar o véu sobre aquilo que o grupo vai apresentar, observando que se trata de um “mundo de imaginação”, e que para, o efeito, Fogo em Chama vai desfilar com três carros alegóricos e cerca de 230 figurantes.

Além dos grupos, cuja ordem de desfile ficou definida no sorteio, Fogo em Chama às 16:00, e Mar Azul às 17:00, prevê-se a participação no Carnaval de São Filipe de três grupos de animação.