Apesar da tarde cinzenta desta terça-feira, a Avenida Cidade de Lisboa na Praia encheu-se de cor, gente e batucada com os desfiles dos cinco grupos oficiais que se dispuseram a participar este ano no carnaval da capital.

Perto das 16 horas foi anunciado o primeiro grupo, Estrela da Marinha que apresentou o tema “Sete maravilhas de Cabo Verde” com sete alas, dois andores e cerca de duzentos figurantes. Com música de Constantino Cardoso, homenagearam maravilhas nacionais como o Monte Cara e Vulcão do Fogo.

Num pequeno intervalo até aparecer o segundo grupo, Acarinhar, a VerdeFam aproveitou o momento para lembrar que é preciso festejar mas com responsabilidade, sensibilizando para o tema HIV e distribuiu preservativos na avenida.

De seguida avistou-se então o grupo Acarinhar, o terceiro classificado do último ano, com o enredo “A vida é um jogo”. “Enquanto houver vida temos que jogar para chegar ao jocker”, disse a responsável, Teresa Mascarenhas. Com o objetivo maior de apelar à inclusão, o grupo apresentou cinco alas e entre os figurantes a rainha Josslyn Medina que sorriu e acenou ao público. Quanto à classificação final, Mascarenhas disse que deixa ao critério dos jurados. “Penso que este ano melhoramos na qualidade e de que maneira. Totalmente diferente do ano passado. Estou super satisfeita”, concluiu.

Já perto das 17h30 chegou o Vindos do Mar, grupo da Achada Grande, com o tema “França, terra de fraternidade e igualdade”.

Sem grande pausa, Sambajó foram os que se seguiram e chegaram em força com seis alas: escuridão, diamante rosa, baiana rosa, ouro e prata, sol brilhante e estrela brilhante. Com “Inspiração no Brilho”, o tema, conquistaram o público que no fim aplaudiu o desfile.

Os bicampeões e um dos mais antigos grupos do carnaval praiense, Vindos d’África, foram os últimos e mais uma vez desfilaram, em parte, já ao início da noite. Com seis alas, bateu o recorde de figurantes neste ano, com, segundo a organização, cerca de 400 pessoas. “Direitos Humanos” foi o tema escolhido apelando ao direito, por exemplo, à religião, à nacionalidade, à liberdade e à vida.

Entre os jurados estiveram caras como Margarida Moreira, Nicole Azevedo, Sónia Lopes, Djam e Manu Preto. Os desfiles terminaram perto das 19 horas.

No final, António Lopes da Silva, CMP, fez um balanço da edição deste ano. “Cada vez mais o carnaval da Praia está a ganhar pontos. Infelizmente este ano tivemos um problema com as escolas do EBI que não participaram e nunca percebi bem porquê … mas acho que com os que participaram foi de facto espetacular. Daqui a alguns anos vamos certamente ter um dos melhores carnavais aqui de Cabo Verde.”

 

Veja as fotos do desfile oficial


Carnaval nas ruas

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.