Promotor das ações de formação que há dois anos são ministrados aos agentes do Caraval do Mindelo por técnicos brasileiros, Dudu Nobre, que participou no desfile desta terça-feira, em São Vicente, que classificou de “fantástico”, explicou que tal resulta desse “intercâmbio” feito para profissionalizar os artistas, mas que, como ressaltou, tem “ensinado muito” aos cariocas.

“Sim, porque trazemos muitas coisas boas do Rio de Janeiro, mas aprendemos muito com as pessoas de São Vicente”, esclareceu o cantor, para quem “o mundo tem que vir para São Vicente” ver este Carnaval que, com certeza, “marca” a cultura cabo-verdiana.

Aliás, o próprio Dudu Nobre teve vez na noite, em que também as apresentações foram acompanhadas pelo “samba no pé” de rainhas de bateria, mestres-sala e portas-bandeira dos grupos sanvicentinos e também de brasileiros, como a porta-bandeira e mestre-sala da Portela e a rainha em título do Carnaval de Rio de Janeiro, Jéssica Maya.

O Carnaval de Verão, resultante da parceria entre artistas mindelenses e brasileiros, movimentou, com efeito, na noite de terça-feira, 08,  no Mindelo, milhares de pessoas para a baixa da cidade para assistirem a  um desfile de brilho, cor e euforia.

Após a concentração na Praça Dom Luís, o desfile começou a horas, perto das 20:30, e nele participaram os cinco grupos oficiais do Carnaval mindelense e mais artistas brasileiros que, pela segunda vez, estão em São Vicente para ministrar formações diversas aos carnavalescos da ilha.

Num percurso que contemplava Rua de Lisboa, Avenida Baltazar Lopes, Avenida 5 de Julho e por fim a Rua de Lisboa novamente, os foliões desfilaram ao som de duas músicas, cantadas alternadamente, “Tchon Sagród”, do Grupo Samba Tropical, que rende homenagem à Cesária Évora, e outra do folclore brasileiro, interpretado pelo cantor Dudu Nobre, promotor das formações iniciadas no ano passado.

Após uma volta no sambódromo, o desfile terminou em frente ao Palácio do Povo, na Rua de Lisboa, onde, no palco, coube a cada grupo fazer uma pequena apresentação com as músicas com que animaram os desfiles do Carnaval de fevereiro passado, lembrados pelas vozes de Edson Oliveira, Anísio Rodrigues e Gay Dias.

O Carnaval de verão coloca um ponto final nos workshops, iniciados desde 30 de julho, ministrados pela equipa do Dudu Nobre em parceria com a Câmara Municipal de São Vicente e que trouxeram neste ano mais duas novas oficinas, como de plumagem e carros alegóricos construídos em papel maché.

Isto além dos já habituais de rainha, passista, rainha de bateria e mestre-sala.

Contudo, o evento desta terça-feira ficou marcado por um único “porém”, as várias falhas no sistema de som durante o percurso, inclusive de perda de sinal de transmissão.

Carnaval de Verão
créditos: Inforpress