Depois de ter conquistado o título de penta campeão do Carnaval da Praia, o grupo iniciou os preparativos para mais um desfile, previsto para 20 de Fevereiro de 2020.

José Gomes disse, em entrevista à Inforpress, que quando mais cedo iniciarem com os preparativos vão continuar a colher “grandes frutos”.

“Já estamos em bom ritmo, todos os elementos necessários já estão definidos e falta apenas executar os trabalhos, como os moldes das roupas e os andores.  Já temos os figurantes e já está definido quem será quem”, informou.

O tema escolhido “Géneses”, avançou, é uma forma de chamar atenção da sociedade sobre os riscos da degradação da natureza para a humanidade.

“Dentro deste tema vamos levar duas vertentes, a criação e a degradação. Estamos a fazer um alerta para a sociedade sobre a degradação da natureza, encontramos tudo perfeito e hoje estamos a criar alguma degradação que pode pôr em causa a humanidade”, criticou.

Fundado em 1986, José Gomes recordou que ao longo desta caminhada várias pessoas passaram pelos Vindos D’África, vários são os temas tratados, enfrentaram vários problemas, mas que nunca “baixaram os braços”.

Um dos “grandes constrangimentos”, apontou, é a questão do espaço para acolher as actividades do grupo, para ensaios e para preservar toda a memória do Carnaval da cidade da Praia.

Entretanto, frisou, com o apoio da Delegacia de Saúde da Praia vão ter, provisoriamente, um espaço, situada no antigo Centro de Saúde de Achadinha, no Bairro Craveiro Lopes.

O espaço denominado “Vindos d’África” vai ser inaugurado no dia 30 deste mês, e a ideia é alargar as actividades do grupo com projectos ligados à dança, teatro, música, rádio comunitária, estúdio de gravação de música, museu de Carnaval e uma escola de música.

José Gomes disse que querem desenvolver várias acções que sejam úteis para a comunidade do Bairro, Achadinha, Eugénio Lima, Várzea e arredores.

“O Carnaval da Praia é um dos primeiros Carnavais de Cabo Verde e no museu vamos retratar a história do Carnaval na Praia. Praia sempre teve Carnaval, mas teve alguns constrangimentos na época que fez com que houvesse algum entrave”, disse, realçando que Vindos d´África manteve sempre essa “chama acesa” e tem lutado para que surjam novos grupos para que possam alavancar o Carnaval da Praia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.