De acordo com a autarquia, com este apoio, o edil, José Luís Santos, assumiu dar um certo privilégio a cultura popular, nomeadamente ao carnaval e as festas de romaria.

Neste âmbito, a verba disponibilizada, segundo a mesma fonte, deve ser dividida como valor de apoio aos grupos oficiais, Vindos do Espaço (Rabil) e Maravilhas da Boa Vista (Sal-Rei), que vão desfilar no concurso oficial do Carnaval 2019.

A quantia deve ser também repartida para os grupos não oficiais, tais como Blocona (Centro de Dia para Idosos), Comunidades Africana, Mandingas, Escolas e Jardins Infantis, Grupos de Animação, Delegacia de Saúde, Flor Azul (Fundo das Figueiras) e Grupo de Estância de Baixo, que vão abrilhantar a festa do rei Momo na ilha.

Dos grupos oficiais a desfilar serão premiadas as categorias rei, rainha, mestre de sala, rainha de bateria, porta-bandeira, melhor carro alegórico, música original, assim como o melhor grupo de animação e batucada.