Segundo o presidente do grupo, Eduino Gonçalves, a escolha do tema também é uma homenagem a Raul Vaz, um colaborador do Brilho de Zona que faleceu no ano passado.

Este ano o grupo, que normalmente começa a ensaiar 15 dias antes do Carnaval, vai levar às ruas duas alas e dois carros alegóricos.

Durante os dias 6, 7 e 9 de fevereiro, Brilho de Zona e os restantes dois grupos oficiais – Estrela Azul e Copa Cabana, vão desfilar pelas ruas da cidade de Ribeira Brava. O grupo vai desfilar ao som de duas músicas feitas por dois elementos do grupo.

No que tange aos patrocínios, Eduino Gonçalves revelou ao SAPO que todos os anos os grupos ficam a depender da disponibilização das verbas por parte da Câmara, do ministério da Cultura e do Banco da Cultura.

“Todos os anos é o mesmo problema. Ficamos à espera e a cada dia que passa está a piorar. As nossas poupanças já chegaram ao fim e já estamos com dívidas. O Brilho de Zona tem encarado com muito sacrifício todo esse esforço para participar no carnaval, porque é algo que fazemos por gosto”, lamenta Eduino Gonçalves.

Questionado sobre os constantes atrasos que têm vindo a marcar o carnaval de São Nicolau, a mesma fonte afirma que os principais responsáveis são os patrocinadores. “Os atrasos têm criado certa mágoa no meio dos grupos, somos obrigados a atrasar e as pessoas criticam sem saber o motivo”.

É de realçar que a Câmara Municipal de Ribeira Brava já disponibilizou a primeira tranche da verba para o Carnaval 2016.