O grupo Batucassamba, que desfila normalmente no sábado anterior à terça-feira de Carnaval, vai desfilar na Avenida Cidade Lisboa com um enredo que presta homenagem ao músico e compositor Antero Simas. “Doce Guerra: Um Hino a Cabo Verde, do Músico e Compositor Antero Simas" é o tema do coletivo.

Segundo a organização, os preparativos para o desfile de 2019 estão a decorrer normalmente, sendo que os ensaios já arrancaram no Liceu do Palmarejo e os trabalhos das costureiras e artesões também já estão avançados, apesar do grupo ainda aceitar inscrições.

Nesta edição o Batucassamba vai ter 9 alas, um carro alegórico, cuja criação e produção é do escultor Domingos Luiza, e conta sair com cerca de 400 foliões.

"Colocamos um limite máximo, por ala, de 50 pessoas, para que as alas possam ficar equilibradas, com exceção da Comissão de Frente que são um total de 17 elementos e da bateria que este ano vai ser o dobro (com 100 elementos)", adianta Sara Borges, responsável do grupo.

Nas alas vão estar espelhados alguns elementos que caraterizam as ilhas Cabo Verde como a dança com o Kola Sanjon e o Batuque; a natureza com o vulcão, o mar, as praias, vales e montanhas, as dunas e o sol, e ainda as mornas e a poesia e a tradicional “encomenda d’terra”.

À semelhança dos anos anteriores, a música do grupo é da autoria de Jorge Tavares e intitula-se "Trovador" .

Entretanto, a mesma fonte salienta que o Batucassamba “ iniciou os trabalhos com o montante arrecadado durante os vários eventos organizados no ano passado (2018)”.

Quanto aos patrocínios, o grupo que apesar de não concorrer no desfile oficial já recebeu a primeira tranche da Câmara da Praia, no valor de 200 mil escudos, bem como alguns apoios dos sócios do Batucassamba e alguns patrocínios a nível logístico de empresas locais.  "De momento, aguardamos a resposta do patrocínio enviado às instituições".

De recordar, que o desfile do grupo vai ser no sábado, dia 2 de março, na Avenida Cidade Lisboa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.