Marcado para estar nas ruas às 20:30, o arranque do Vindos do Oriente só se deu por volta das 23:00, este grande atraso que os elementos da direção justificaram primeiramente com outro atraso do grupo Monte Sossego, que estivera nas ruas do Mindelo a fazer o teste técnico relativamente aos novos aparelhos de difusão do som dos desfiles oficiais.

Entretanto, a situação foi-se agravando e aquela que poderia ser só uma hora de espera tornou-se mais duas horas por causa também de problemas no gerador do trio elétrico, que acompanhava o grupo, e ainda por falta de escolta policial, que chegou depois das 22:00.

Devido à ausência de autoridades, os carros estiveram passando e extrapassando ao longo do trajeto do sambódromo e até forçando passagem entre uma multidão de pessoas, que já estavam, por exemplo, aglomeradas perto do Palácio do Povo.

Com toda a espera e só o consolo de desfiles de carros foram várias as pessoas que desistiram e decidiram voltar para as suas casas, o que provocou por uns instantes uma debandada geral das ruas, mas que durou pouco, logo depois as bancadas e os cercados já estavam de novo cheios de gente sedentos por ver Vindos do Oriente, que acostumara os mindelenses e visitantes com grandes desfiles.

Quanto a isso o grupo não dececionou, chegou com muito brilho, imaginação e muita energia, que fizeram as pessoas esquecerem o “pequeno percalço” e o aplaudir com muito entusiasmo.

Num desfile deveras vibrante, os foliões mostraram a Índia nas suas mais diversas facetas e cantaram a plenos pulmões a música “Namaste nha pove” (Namaste meu povo, em português), entoado desde a Comissão de Frente com coreografia, nas diversas alas e no casamento indiano, elementos que estiveram retratados no enredo.

Uma autêntica festa, que até teve permissão para entrada do público, que já eram vários misturados com os foliões, principalmente a quando da segunda volta do grupo.

Sem parar, o Carnaval na cidade do Mindelo continua na tarde deste domingo com o desfile de vários grupos de animação, entre os quais, os mandingas das diversas zonas da ilha.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.