De acordo com o responsável do grupo de Terra Branca, António Dias, este é o fim do Estrela da Marinha. “No ano passado aconteceu a mesma coisa, mas este ano não podemos aceitar porque um elemento do grupo Vindos d África estava infiltrado no júri. Assim o carnaval da Praia não vai para a frente.O Estrelas da Marinha está no lugar errado e por isso fica por aqui”.

Questionado sobre a existência de um elemento do grupo Vindos d´África no júri, José Gomes, mais conhecido por Breu, afirma que não tem conhecimento sobre o assunto. “ Sempre que perdem o Estrelas da Marinha inventa uma desculpa do tipo. O nosso lema é fazer o Carnaval”.

“Essa vitória é fruto do nosso esforço. Foi um resultado justo, tendo em conta que as pessoas que se encontrava na Avenida Cidade Lisboa já gritavam que eramos os vencedores”, frisou Breu.

Já o grupo Acarinhar que ficou em terceiro lugar ficou satisfeito com o resultado. Segundo a presidente, Teresa Mascarenhas, esse prémio é o reconhecimento do esforço do grupo. “Fiquei muito feliz com o terceiro lugar. O nosso trabalho foi valorizado”.

Segundo Teresa Mascarenhas, o “objectivo foi levar a mensagem de inclusão, de amor e de carinho para a Avenida Cidade Lisboa”.

O grupo sai pelo terceiro ano consecutivo e promete “continuar a participar, porque a intenção é levar as crianças para se divertirem”, explica a presidente.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.