Justin Lin assinalou o fim da rodagem do nono "Velocidade Furiosa" no domingo (10).

A rodagem tinha começado oficialmente a 24 de junho e na despedida nas redes sociais, o realizador não fez por menos, indicando que "este é, de longe, o filme mais ambicioso da saga".

Manifesta ainda "gratidão eterna" pelas equipas por onde passou a rodagem: Londres, Edimburgo, Tiblisi (Geórgia), Phuket & Krabi (Tailândia), além de, claro, Los Angeles.

Justin Lin sabe do que fala: começou com "Velocidade Furiosa - Ligação Tóquio" (2006), o terceiro da saga, e continuou com "Velozes e Furiosos" (2009), "Velocidade Furiosa 5" (2011) e "Velocidade Furiosa 6" (2011), tendo um papel decisivo na transição dos filmes das "corridas ilegais" para os atuais grandes espetáculos de ação.

Após passar a liderança dos filmes seguintes para James Wan e F. Gary Gray, regressa para o nono e décimo filme, que fechará oficialmente a saga em abril de 2021.

Para manter a coerência dos títulos portugueses, o provável "Velocidade Furiosa 9" chegará aos cinemas a 21 de maio de 2020.

Nada se sabe sobre a história a não que regressa a "família habitual" formada por Diesel, Michelle Rodriguez, Tyrese Gibson, Chris "Ludacris" Bridges e Nathalie Emmanuel, bem como Jordana Brewster, ausente do filme anterior.

Também estão de volta Charlize Theron como a ciberterrorista Cipher e Helen Mirren, mas não foi confirmado o regresso de Jason Statham como o seu "filho" Deckard Shaw.

Como novas personagens, entram no elenco John Cena, Michael Rooker, Finn Cole e os cantores Cardi B e Ozuna.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.