Tom Hanks está em negociações para ser o icónico "Coronel" Tom Parker, o empresário que descobriu Elvis Presley, num filme sobre a vida do cantor ainda sem título oficial do realizador Baz Luhrmann ("Romeu + Julieta", "Moulin Rouge").

A informação foi avançada pela Variety e depois confirmada por outros meios da imprensa especializada.

Elvis Presley e Tom Parker

Falecido em 1997, Tom Parker foi uma figura controversa que conseguiu esconder durante muitos anos que se chamava Andreas Cornelis van Kuijk e era de origem holandesa. Sobre ele contam-se muitas histórias de caráter duvidoso e há quem o descreva como a "sombra sinistra" de Elvis Presley.

Promotor de espectáculos nas festas do Tennessee, Parker, intitulado o "coronel" pelo seu estilo muito próximo do tipo marcial, tornou-se empresário do cantor em 1955 após ter assistido a uma das suas actuações.

Foi ele o principal artífice da assinatura do acordo com a editora RCA nesse mesmo ano e tornar-se-ia até à sua morte, em 1977, o homem de confiança e sobretudo o principal negociador dos contratos, cujos montantes mirabolantes eram na época a grande novidade no mundo da música.

Segundo a Variety, o orçamento ainda está a ser debatido com o estúdio, mas a intenção é avançar com a rodagem ainda este ano e a participação do vencedor de dois Óscares vai apressar o processo.

Também é referido que Baz Luhrmann sempre quis uma estrela para ser Parker, retirando assim pressão sobre quem ficará com o papel de Presley, em que quer alguém pouco conhecido. Esse processo de "casting" já começou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.