Chama-se
«Pirate Latitudes» e, depois do recente falecimento de
Michael Crichton (a 4 de Novembro de 2008), é a primeira obra póstuma do autor a ser publicada. A história de aventura passada na costa da Jamaica em 1665 terá
Steven Spielberg aos comandos na realização e
David Koepp, o mesmo argumentista que adaptou
«Parque Jurássico» e
«Parque Jurássico - O Mundo Perdido», a assinar o argumento.

A
Dreamworks descreve o livro que será publicado a 24 de Novembro como «a história de um plano ousado para uma infiltração em Port Royal, uma das cidades mais ricas e notórias do mundo, e para atacar um galeão espanhol que carrega um tesouro».

Com os estúdios a negociar um acordo de distribuição com a Disney, que tem no mapa de estreias o próximo filme da saga
«Piratas das Caraíbas», o projecto de Spielberg poderia significar concorrência. Mas, a directora da Dreamworks assegura que nada disso vai acontecer porque «Pirate Latitudes» tem a sua base na realidade enquanto que os piratas liderados por Johnny Depp se deixam levar pela fantasia sobrenatural dos filmes Disney.

Quando Michael Crichton morreu no ano passado, a relação com Spielberg foi várias vezes recordada já que remontava aos anos 70, altura em que os dois eram recém-chegados a Hollywood a começar as suas carreiras. Juntos desenvolveram «Parque Jurássico», a série de televisão
«Serviço de Urgência» e a ventosa fita
«Twister - Tornado», produzida por Spielberg e dirigida por
Jan de Bont. Aliás, Crichton foi também realizador e dirigiu filmes como
«O Mundo do Oeste» e
«Coma».

«O Michael escreveu um livro entusiasmante que parece feito à medida para grande ecrã», afirmou Spielberg a respeito de «Pirate Latitudes». «Temos quase duas décadas de sólidas colaborações. Sempre que fazia um filme adaptado de uma obra dele sabia que estava em boas mãos. O Michael sentia o mesmo, e gostamos de pensar que ainda sente.»

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.