Os estúdios Disney registaram em 2018 o seu segundo melhor ano de bilheteiras, arrecadando 7,32 mil milhões de dólares em todo o mundo com a soma dos seus filmes, o equivalente a 6,43 mil milhões de euros.

O valor soma todos os seus filmes, desde "Black Panther" e "Vingadores: Guerra do Infinito" até à sequela de animação "The Incredibles 2" e ainda o último filme da saga "Star Wars": "Han Solo" rendeu muito dinheiro, mas foi uma desilusão de bilheteira por causa do elevado orçamento.

A Disney ainda é o único estúdio que arrecadou mais de 7 mil milhões de dólares num ano. O seu melhor ano foi 2016, com 7,6 mil milhões.

"Graças ao apoio dos fãs da Disney, Pixar, Marvel Studios e Lucasfilm em todo o mundo, este foi um ano monumental para o Walt Disney Studios", disse o presidente Alan Horn, em comunicado.

Outros sucessos da Disney incluem o filme de super-heróis da Marvel "Homem-Formiga e a Vespa", a animação "Ralph vs Internet " e "O Regresso de Mary Poppins", que já arrecadou mais de 200 milhões de dólares desde o seu lançamento a 19 de dezembro.

"Uma Viagem no Tempo" e "O Quebra-Nozes e os Quatro Reinos" foram os grandes fracassos do estúdio, enquanto "Christopher Robin" entra no grupo dos filmes que não corresponderam às expectativas.

Para 2019, a Disney espera outro ano promissor, com títulos fortes como "Capitão Marvel" e "Vingadores 4", da Marvel, bem como "Dumbo", "Aladdin", "O Rei Leão", "Toy Story 4", "Frozen 2" e "Star Wars: Episódio IX ".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.