"Sozinho em Casa" já é de 1990 e tornou-se um clássico, mas ainda causa sensação e alguns fãs foram apanhados de surpresa com uma revelação.

Quem desencadeou tudo foi Seth Rogen, que partilhou no dia de Natal que durante toda a infância achou que o velho filme de gangsters "Angels With Filthy Souls" que Kevin via existia mesmo.

Em resposta, o próprio Macaulay Culkin, que interpreta Kevin, também disse que lhe aconteceu o mesmo.

"Angels With Filthy Souls" era o filme proibido que Kevin McCallister aproveitava para ver enquanto comia gelado quando descobriu que estava "sozinho em casa", acabando por ficar horrorizado com o desfecho de uma das cenas (que pode ser vista sem cortes aqui). Mais tarde, deu uma ajuda preciosa para o jovem de oito anos assustar os "bandidos molhados" (Joe Pesci e Daniel Stern).

Na verdade, era uma paródia aos filmes de gangsters dos anos 30 e 40 e foi filmada no dia anterior ao início da rodagem de "Sozinho em Casa" com os atores Michael Guido e Ralph Foody nos papéis de Snakes e do velho Johnny.

O título do "filme" surgiu mais tarde quando a produção se lembrou que era preciso colocar uma etiqueta na cassete VHS e a inspiração veio de um dos maiores clássicos do género, "Angels With Dirty Faces" ("Anjos de Cara Negra" em Portugal), de 1938, com James Cagney e Humphrey Bogart .

Na era da internet surgiram dezenas de paródias, mas já na época do filme a cena de 80 segundos ganhou fama própria e para a história da cultura popular ficou a frase "Keep the change, ya filthy animal".

A recriação foi tão bem feita que convenceu muitos que existia mesmo e mesmo agora vários fãs, incluindo os atores Chris Evans e Nick Kroll, ficaram surpreendidos com a revelação de Seth Rogen.

Um fã chegou mesmo a dizer que rescindia a nacionalidade canadiana de Seth Rogen durante 23 horas por este lhe ter estragado o Natal.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.