«O que realmente aconteceu é que nós só soubemos que a Sandra ia aparecer na cerimónia cerca de 10 minutos antes de ela entrar em palco», disse ao «E! Online»
John Wilson, o co-fundador da
Golden Raspberry Award Foundation, que anualmente atribui os troféus aos piores do ano no cinema. Este ano, a vencedora do troféu de Pior Actriz foi
Sandra Bullock pelo filme
«All About Steve» que, num gesto raro nas três décadas de história do temido galardão, foi mesmo à cerimónia receber o troféu. E levou consigo centenas de DVDs do filme, prometendo devolver o troféu caso os votantes dos Razzies mudassem de opinião depois de verem a película.

Porém, a atitude de Wilson não se deve a um qualquer erro de contabilização dos votos ou a uma alteração no julgamento, mas sim ao facto da Bullock ter levado para casa o troféu errado. É que os vencedores dos Razzies não recebem a estatueta metálica que tantas vezes surge nas imagens promocionais do evento mas sim uma reprodução da mesma, propositadamente barata e pintada a spray.

Só que na confusão do evento, Wilson deu-lhe o protótipo original do troféu, que ele próprio desenhou e esculpiu à mão há 30 anos, pensando que ela ia ficar até ao fim da cerimónia para poder trocá-lo pela réplica barata que todos os vencedores recebem, e que vale cerca de cinco dólares.

Contudo, o mediático divórcio de Bullock explodiu logo a seguir e Wilson teve pudor em incomodar a actriz nessa altura tão delicada com o pedido da troca dos troféus, tentando fazê-lo através dos agentes da artista de forma discreta, sem que o erro chegasse à comunicação social, para evitar que o mesmo tomasse um significado desproporcionado. Só que uma frase fora de contexto no britânico «Telegraph» levou a que o erro caísse agora nas bocas do mundo.

Nesta altura, não se sabe ainda se a actriz já tomou conhecimento do engano e se irá fazer a troca.

A cerimónia de entrega dos Razzies decorre sempre na véspera de cerimónia de entrega dos Óscares, pelo que Sandra Bullock se tornou assim na primeira actriz a ganhar um Razzie e um Óscar (por
«Um Sonho Possível») com um dia de diferença.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.