Os filmes da Netflix voltam a ficar de fora do Festival de Cannes deste ano.

A Variety avança que a plataforma de streaming não apresentará filmes em competição ou fora dela, apesar das negociações discretas para resolver o diferendo que surgiu no ano passado.

Em 2017, Cannes decidiu incluir pela primeira vez na competição dois filmes da Netflix, "Okja", do sul-coreano Bong Joon-ho, e "The Meyerowitz Stories", de Noah Baumbach.

Um detalhe importante criou a polémica: a Netflix recusou-se a aplicar a lei francesa, que exige que as plataformas esperem três anos entre a estreia do seu filme nas salas de cinema e a difusão para os seus assinantes.

Após os protestos dos proprietários das salas francesas, os organizadores do Festival de Cannes decidiram estabelecer uma nova regra para 2018: qualquer filme em competição deveria ser exibido no grande ecrã na França.

A Netflix, que tem quase 150 milhões de assinantes no mundo, disse estar aberta a fazer isso, mas não garantiu o prazo de três anos.

A falta de acordo sobre as normas de difusão levou o festival a recusar apresentar dois filmes da plataforma, "Roma", de Alfonso Cuarón em competição, e fora dela "The other side of the wind", a obra inacabada de Orson Welles, cuja pós-produção foi financiada pela Netflix.

"Roma" e mais cinco títulos da Netflix acabaram no Festival de Veneza no fim de agosto, e o primeiro ganhou o prémio máximo, o Leão de Ouro, o que também causou polémica.

A Variety salienta que Netflix e a organização de Cannes, centrada no diretor artístico Thierry Fremaux, tiveram vários encontros amigáveis desde a rutura do ano passado, mas ainda não foi encontrada uma solução que permita a inclusão de filmes da plataforma na secção competitiva.

A consolação é que a Netflix não tem pronto qualquer filme apropriado para festivais: Thierry Fremaux não fez segredo que queria "The Irishman", de Martin Scorsese, mas não vai estar pornto a tempo o extenso trabalho de efeitos especiais para rejuvenescer 30 anos Robert De Niro, Al Pacino, Joe Pesci e Harvey Keitel.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.