Tom Cruise está de volta aos seus melhores tempos ou seja, como uma estrela de cinema cujos filmes estreiam em primeiro lugar nas bilheteiras.

Após três desilusões comerciais consecutivas ("Jack Reacher: Nunca Voltes Atrás", "A Múmia" e "Barry Seal: Traficante Americano"), Tom Cruise voltou a ser pela sexta vez o agente secreto Ethan Hunt em "Missão: Impossível - Fallout" e o arranque da estreia chegou aos 153,5 milhões de dólares a nível mundial [131,4 milhões de euros].

A estreia em Portugal é só esta semana, mas os valores são os maiores da saga, tanto para os 61,5 milhões arrecadados nos Estados Unidos como os 92 milhões a nível internacional.

Com Henry Cavill e ainda Ving Rhames, Simon Pegg, Rebecca Ferguson, Sean Harris, Vanessa Kirby, Michelle Monaghan, Alec Baldwin e Angela Bassett, "Fallout" bateu o recorde de melhor estreia nos EUA, que já vinha dos 57,8 milhões de  "Missão Impossível II", que John Woo realizou em 2000.

No resto do mundo, que representa já 70% das receitas totais da saga, o valor batido foram os 65 milhões do filme anterior, "Rogue Nation" (2015).

A estreia no mercado americano também foi a segunda maior na carreira de Tom Cruise, perdendo apenas para os 64,8 milhões de "Guerra dos Mundos" (2005), de Steven Spielberg.

Os analistas acreditam que por ser o último grande "blockbuster" do verão de 2018 e ter reações muito positivas dos espectadores e dos críticos, o thriller de espionagem com grandes cenas de ação em vários continentes poderá dominar as bilheteiras nas próximas semanas e tornar-se o mais rentável de todos, com receitas globais acima dos 700 milhões, mais do que compensando os 178 milhões que terá custado. O valor aqui a bater serão os  694 milhões do quarto filme, "Operação Fantasma" (2011).

Uma vez que o próximo filme de Tom Cruise será "Top Gun: Maverick" no verão de 2019, está criado o cenário para se tornar outra vez uma figura dominante nas bilheteiras. O ator terá então 57 anos.

Trailer.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.