Após o sucesso internacional com filmes tão polémicos e aclamados como o oscarizado
«Bowling for Columbine» e
«Fahrenheit 9/11», que ganhou a Palma de Ouro em Cannes,
Michael Moore atira-se agora ao sistema financeiro que permitiu a catástrofe económica que o mundo sofreu em 2008.

O filme pretende, em toada satírica, criticar a crise financeira global e os problemas da economia norte-americana na transição entre os governos de
George W. Bush e de
Barack Obama, incluindo os pacotes de estímulo financeiro implementados para fazer face à situação.

A estreia mundial está agendada já para o início de Outubro e este é o primeiro «teaser», em que Michael Moore interpela directamente a audiência de forma tão criativa como motivadora de discussão.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.