A estreia de "Novos Amigos Improváveis", a versão americana com Kevin Hart e Bryan Cranston do sucesso francês "Amigos Improváveis" (2011), ficou em primeiro lugar nas bilheteiras nos EUA, desalojando finalmente "Aquaman".

No entanto, existiu outra estreia que se destacou pela negativa: praticamente 20 anos após "Matrix" revigorar a carreira, outro filme de ficção científica tornou-se a pior estreia de sempre em larga escala para Keanu Reeves.

"Replicas" apenas conseguiu 2,5 milhões de dólares de um lançamento em 2329 salas, ficando abaixo das previsões, já de si pessimistas, de chegar aos 4 a 7 milhões.

Keanu Reeves já entrou em vários filmes que desapareceram sem deixar rasto nas bilheteiras, mas este é a pior estreia de sempre para um que teve direito a um lançamento médio acima das mil salas.

Até agora, o valor mais baixo era o da comédia negra "Amar-te-ei até te Matar (1990), com quatro milhões (8,3 com inflação), onde só tinha um papel secundário.

Sem público e um provável candidato aos piores do ano pois também foi arrasado pelos críticos, "Replicas" conta a história de um biologista que perder a família num trágico acidente e avança com uma experiência ilegal para a clonar.

Para Keanu Reeves, existem boas notícias: em maio está de volta para a conclusão da saga "John Wick".

A estreia em Portugal de "Replicas" está anunciada para 14 de março.

VEJA O TRAILER.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.