Helen Mirren já ganhou tudo o que podia na sua carreira, incluindo o Óscar com o filme "A Rainha", mas tem uma ambição secreta e fez o que tinha de ser feito para conseguir torná-la realidade: divulgou-a.

A icónica atriz britânica revelou que sempre teve o desejo de enfrentar o 007.

"Por estes dias, as mulheres conseguem interpretar vilãs muito mais interessantes", contou à publicação Harper’s Bazaar.

"Sempre tive a ambição secreta de ser uma vilã num filme do James Bond. Considero-me a mim própria como uma gata assustada. Estou constantemente nervosa. Estou sempre preocupada que não estou a fazer como deve ser. Mas simplesmente temos de nos atirar e depois entra a adrenalina em ação", acrescentou.

Não é a primeira vez que Helen Mirren faz pressão pública para conseguir os seus intentos. Numa entrevista na passadeira vermelha que se tornou viral, contou que sempre quis entrar num dos filmes da saga "Velocidade Furiosa" e a seguir virou-se para as câmaras e disse "Vin Diesel, faz acontecer".

Resultou e ela entrou no oitavo filme como Magdalene Shaw, mãe dos irmãos interpretados por Jason Statham e Owen Shaw.

O "timing" também é oportuno: Cary Joji Fukunaga foi anunciado como o realizador do "Bond 25" após Danny Boyle ("Quem Quer Ser Bilionário") deixar a posição vaga por "diferenças criativas" e está em fase de pré-produção com muito para definir antes de começar a rodagem com Daniel Craig em março de 2019.

A estreia será a 14 de fevereiro de 2020.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.