O realizador espanhol Jaume Collet-Serra foi escolhido para fazer uma nova versão de "Fuga para a Vitória", avançou o The Wrap em exclusivo.

Gavin O’Connor (realizador de "Warrior - Combate Entre Irmãos" e "The Accountant - Acerto de Contas") fez uma primeira versão do argumento em 2017 com o seu colaborador habitual Anthony Tambakis, que está agora a reescrevê-lo.

Apesar de ter sido uma desilusão de bilheteira, com o passar dos anos, "Escape to Victory" (ou "Victory" nos EUA) ganhou estatuto de culto graças à televisão e é célebre por juntar Michael Caine, Sylvester Stallone (nos tempos áureos de "Rocky"), Max von Sydow, Pelé e mais 17 estrelas de futebol daquela época.

A história tinha lugar durante a Segunda Guerra Mundial, quando um grupo de oficiais nazis decidia organizar por propaganda um jogo de futebol entre a equipa alemã cheia de estrelas e outra composta unicamente por prisioneiros de guerra aliados. Estes decidiam aproveitar para planear a sua fuga em pleno estádio nos arredores de Paris.

O "remake" mantém toda a história, mas eleva a parada: o jogo agora será à frente de Hitler na Paris sob ocupação nazi e os prisioneiros têm de decidir se querem salvar as suas vidas ou humilhar os nazis perante o mundo e entusiasmar a resistência.

Embora "Fuga para a Vitória" nunca faça parte das listas de melhores trabalhos do seu lendário realizador, John Huston, fica na memória a sequência emocionante do próprio desafio, com o golo de pontapé de bicicleta de Pelé e Stallone como guarda-redes a defender um penalty, tudo ao som da música de Bill Conti.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.