No intervalo da organização do mega-evento de cinema que é o
IndieLisboa, a
Zero em Comportamento atira-se a eventos mais pequenos. Desta vez é uma pequena mostra de cinema de Hong Kong composta por sete filmes, que demonstram a diversidade e a vitalidade da produção cinematográfica contemporânea de
Hong Kong.

As películas incluídas no programa são
«Sparrow», de
Johnnie To (realizador já homenageado no IndieLisboa, em 2008), o melodrama
«True Woman for Sale», de
Herman Yau, o filme de acção
«Tactical Unit-Comrades in armas», de
Law Wing-Cheung (sequela de
«PTU» de Johnnie To) e o drama adolescente
«High Noon», de
Heiward Mak. O programa inclui também uma homenagem ao aclamado cineasta
Tsui Hark, com a exibição da sua célebre trilogia
«Once Upon a Time in China».

Nos anos 80 e 90, Tsui Hark trabalhou não só como realizador mas também como argumentista, produtor e caça-talentos, tendo tornado o seu nome numa referência incontornável dos filmes de género de Hong Kong ao contribuir de forma decisiva para a renovação do cinema popular de Hong Kong através de uma série de grandes êxitos de bilheteira. A apresentação dos três filmes de «Once Upon a Time in China» constitui uma rara oportunidade de ver em grande ecrã toda a espectacularidade visual desta saga sobre as aventuras do lendário herói chinês
Wong-Fei-hung.

A
Mostra de Cinema de Hong Kong é um projecto desenvolvido pela Zero em Comportamento em parceria com o Hong Kong Economic and Trade Office de Bruxelas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.