Felicity Huffman, atriz conhecida por ter feito parte do elenco de "Donas de Casa Desesperadas", e Lori Loughlin, que participou na série "Full House", estão a ser acusadas de suborno. As duas atrizes terão pago milhares de dólares para que os filhos entrassem nas melhores universidades norte-americanas.

O TMZ avança ainda que Felicity Huffman já foi detida. A atriz e o marido terão pago cerca de 13 mil euros para conseguir que a sua filha mais velha entrasse numa universidade de elite.

De acordo com a imprensa norte-americana, Lori Loughlin e o marido, Mossimo Giannulli, terão pago mais de 444 mil euros à University of Southern California para que as suas duas filhas, Isabella e Olivia, fossem recrutadas para a equipa de remo, apesar de não praticarem a modalidade.

As atrizes são duas das mais de 40 pessoas que estão a ser acusadas de fazer parte de um esquema de corrupção, que terá incluído pagamentos de milhares de dólares para conseguir vagas nas principais universidades dos Estados Unidos, como Yale ou Stanford.

O caso foi descoberto depois de as autoridades terem identificado o empresário que coordenava o esquema de fraude. Stanford, Georgetown, Yale e a USC (University of Southern California) são algumas das faculdades envolvidas.

O esquema "facilitou falcatruas nos exames de admissão às universidades e na admissão de estudantes em universidades de elite como supostos atletas". Treinadores desportivos de Yale, Stanford, da Universidade do Sul da Califórnia (USC), da Universidade do Texas e Georgetown também estão envolvidos no escândalo.

"Não pode haver um sistema de admissão diferente para pessoas ricas", disse o procurador federal de Massachusetts, Andrew Lelling, em conferência em Boston. "Não pode haver um sistema judicial diferente para eles também", frisou.

A acusação indica que o esquema começou em 2011 e que reuniu um total de 25 milhões de dólares.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.