Num ano mais imprevisível que o habitual em termos de vitórias na cerimónia de entrega dos Óscares, as categorias de animação parecem estar cada vez mais a encaminhar-se para ir parar às mãos da Disney. A julgar pelos prémios que já foram atribuídos, do lado das longas-metragens a estatueta deverá ir para
«Força Ralph» ou
«Frankenweenie», ambas produzidas pelo estúdio do Rato Mickey.

No lado das curtas animadas, a Disney decidiu aumentar as suas hipóteses e disponibilizou gratuitamente on-line o filme «Paperman», que está cada vez mais a tornar-se o favorito à vitória, pelo menos tendo em conta as partilhas e comentários positivos que tem recebido na internet. Como as votações arrancam a 8 de fevereiro, os votantes da Academia dificilmente serão imunes a isso.

«Paperman» é realizado por John Kars e utiliza uma nova tecnologia chamada «Meander», que sobrepõe desenhos feitos à mão a cenários e volumes criados digitalmente, para dar uma aparência de profundidade singular a imagens bidimensionais.

Os outros nomeados à categoria de Melhor Curta-Metragem de Animação, este ano totalmente dominada por produções norte-americanas, são «Adam and Dog», de Minkyu Lee, «Fresh Guacamole», de PES, «Head over Heels», de Timothy Reckart, e «The Longest Daycare», de David Silverman, a curta dos Simpsons que antecedeu no cinema «A Idade do Gelo: Deriva Continental».

A cerimónia de entrega dos Óscares decorre em Los Angeles a 24 de fevereiro no Dolby Theatre, em Los Angeles.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.