No espaço de uma semana, ficou a saber-se que o estúdio Warner Bros. ia fazer não um, mas dois filmes à volta do Joker, mas a história principal está a ser a confusão à volta de outro projeto, "The Batman".

O filme não existe, mas a intriga dos bastidores sobre o envolvimento do Ben Affleck merece cinco estrelas.

Na quarta-feira à noite, o The Hollywood Reporter (THR) revelou que a preparação de um filme sobre o Joker e Harley Quinn (Jared Leto e Margot Robbie), para estrear após "Esquadrão Suicida 2", e um dia antes o estúdio Warner Bros. anunciou que ia fazer outro sobre a origem do Joker que não faria parte do Universo Cinematográfico da DC e seria com outro ator.

No início da semana, Matt Reeves, o realizador, explicava numa entrevista que o filme também não fazia parte desse Universo e a notícia do THR referia de passagem que Ben Affleck não ia ser o protagonista de "The Batman", explicando que a história decorreria noutro período do tempo.

A confusão instalou-se:  Hollywood perdeu o seu Batman pouco tempo após o ter apresentado em "Batman v Super-Homem: O Despertar da Justiça" (2016)?

Umas horas depois, perante o impacto que começava a ter, a passagem sobre a saída de Affleck foi cortada da notícia mas não completamente desmentida na nota que foi acrescentada: o THR diz apenas que "não é claro" como o projeto vai ficar.

Na quinta-feira à noite, Matt Reeves usou as redes sociais para esclarecer numa série de mensagens que "claro que 'The Batman' vai fazer parte do Universo Cinematográfico da DC".

"Nos meus comentários feitos há algum tempo sobre não fazer parte desse Universo, estava a falar sobre 'The Batman' ser uma história especificamente sobre Batman, não sobre os outros no Universo. Que não seria enchido com 'cameos' ao serviço de outras histórias - seria uma história BATMAN", clarifica o realizador.

Sobre Ben Affleck, nem uma palavra.

Tudo à volta de "The Batman" tem sido vago desde que, em abril de 2016, foi anunciado que o premiado realizador de "Argo" ia ser o ator, realizador e argumentista de um filme centrado apenas na personagem.

Entre muitos rumores e intrigas, no fim de janeiro, Affleck anunciou que abandonava a liderança criativa do projeto, mantendo-se apenas como ator, mas o que se dizia na meca do cinema é que queria sair de tudo após a estreia em novembro de "Liga de Justiça".

Entretanto, Matt Reeves, o novo realizador, decidiu que não queria usar nada do que fez Affleck e começar do zero.

Em julho, após mais rumores sobre testes que a Warner estaria a fazer a outros atores, o atual Batman disse na Comic-Con de San Diego que continuaria enquanto o estúdio quisesse, o que foi interpretado como uma afirmação longe de ser categórica do seu envolvimento.

A meio de agosto, outro dado: Casey Affleck, recém-oscarizado por “Manchester by the Sea”, afirmou que o irmão deixaria mesmo de ser o Homem Morcego.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.