Conseguem explicar porque razão a personagem de Mary Poppins sempre marcou as crianças?

Ben Whishaw (B.W.)- Sempre tive uma obsessão por ela! Isso deve-se a todo o universo que a Disney e a P.L. Travers criaram, um universo meio tresloucado, sobretudo através das personagens secundárias, como as empregadas ou o almirante que faz aqueles disparates e nada daquilo é explicado!
Emily Mortimer (E.M.)- E nada daquilo é explicado!
BW- Toda aquela excentricidade e essa imaginário caótico deixava-me louco! A própria Mary não era alguém que fizesse algo para que gostássemos dela. Gostava dela porque estava sempre na sua e não queria saber das opiniões dos outros. Além do mais, tinha acesso ao interior dos outros. Um interior que muitos desconheciam ter. Isto, claro, é a minha análise agora, com 38 anos... Essa é a magia, claro que em criança isso passava-me ao lado. Enfim, sentia-me encantado.

Como se sentiram quando perceberam que iam estar no novo filme da Mary Poppins?

BW- Nem queria acreditar quando num email que recebo o título tinha Mary Poppins. Ela foi uma obsessão da minha infância. Tinha um fascínio maluco por ela.
EM- Eu queria muito o papel. Já tinha conhecido o Rob Marshall e tinha-me contado em detalhe a sua visão para o filme. Toda aquela ideia da Mary Poppins voltar a encontrar-se com os Banks pareceu-me bastante comovente, sobretudo em contraponto com a Depressão de Londres nos anos 1930... Estava mesmo determinada em fazer parte da visão deste homem.
BW- Quando conheci o Rob Marshall também senti o mesmo desejo que o teu, mas ainda assim interrogava-me se poderia existir um filme que pudesse estar à altura do primeiro. Depois, mal começámos a rodar, nunca mais tive essas dúvidas. Nunca me senti com algum tipo de trepidação. Em vez de estar nervoso, estava encantado. Tínhamos que ter esse deleite, se não tivéssemos o público iria perceber.

Mas para quem viveu como vocês de forma tão intensa a magia de Mary Poppins não pode ter agora um certo pé atrás com esta sequela? O que podem dizer a quem está com medo de ver as suas memórias de infância danificadas?

EM- Sim, o filme é uma sequela, mas o que é maravilhoso é que se torna mesmo numa continuação sobre as vidas destas pessoas, os Banks. Agora encontramo-nos com eles já adultos! E vamos descobrir que eles precisam da Mary Poppins agora mais do que em crianças, sobretudo através das lições que ela lhes deu. Lições essas que passam por sabermos ficar perdidos na nossa imaginação e ver o mundo de forma diferente, coisa que todos nós perdemos quando ficamos adultos. Aliás, essa é uma das tragédias grandes de ficar mais velho. Diria que este filme teve um desenvolvimento bonito em relação ao primeiro, que era obviamente uma obra amada por todo o mundo. Contudo, é importante referir que mais ninguém respeita tanto o filme original do que esta equipa. O Rob Marshall tem uma paixão incrível pelo original – creio que foi o primeiro filme que viu na vida, tal como o compositor Marc Shaiman, que o viu quando tinha quatro anos. Como músico, o Marc é perito em descrever a maneira como a partitura ficou tão presa na sua cabeça. De certa maneira, esta sequela não poderia falhar: o original era demasiado amado pelas pessoas que estavam à sua frente.
BW- Sinto-me muito contente de pertencer a este filme!
EM- Eu também!
BW- Trata-se de estar num filme que possibilita o prazer dos outros. Os meus sobrinhos e o meu afilhado podem agora ter uma experiência semelhante àquela que tive quando era criança.
EM- Sim! Na antestreia mundial, aqui em Londres, a minha família e os meus amigos foram e acabaram todos entusiasmados. Devo confessar que eles são um público exigente que raramente gostam dos filmes que faço. Nunca tinha visto o meu cunhado e a minha mãe tão presos a um filme! Senti que foram realmente transportados, o que é notável, tendo em conta o grau de cinismo deles... Nunca tinha estado num filme que tivesse esse efeito nas pessoas.

Emily, não há muito tempo, esteve em "A Livraria", de Isabel Coixet, outro verdadeiro “crowdpleaser”...

Sim, mas era um filme algo triste...Mas estou tão feliz com "O Regresso de Mary Poppins"!

R.P.T.

VEJA O TRAILER "O REGRESSO DE MARY POPPINS".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.