Daniel Craig ainda não fez a última missão como James Bond (o filme, "Bond 25", chega em fevereiro de 2020), mas não faltam sugestões sobre quem deve ser o seu sucessor.

Muitas conversas dos fãs passam por Tom Hardy ou Idris Elba, e mais recentemente, graças ao impacto da minissérie "Bodyguard", de Richard Madden.

O ator Dominic West deixou elogios à possibilidade de Tom Hardy ser o herdeiro de Daniel Craig, mas tem uma proposta mais inovadora: um Bond trangénero.

Conforme admitiu numa entrevista ao The Sunday Times, a ideia foi inspirada pela participação no filme "Colette", onde contracenou com Keira Knightley e também Jack Graf, um ator transgénero que interpreta uma personagem cisgénero, o dramaturgo francês Gaston De Caillavet.

Dominic West recordou a seguir que Graf é casado com Hannah Winterbourne, ela própria a oficial transgénero mais graduada no exército britânico.

"Ela é uma bonita rapariga loira que sim, podia ser Bond. Na verdade, essa é uma ideia brilhante. Deviam ter um Bond transgénero porque existem muitas pessoas transgénero no exército. Seriam perfeitos porque conseguem fazer tudo", explicou.

A visada sentiu-se lisonjeada e garantiu que apesar de não estar no seu horizonte mudar de carreira, "não existe qualquer razão para não poder ser um Bond transgénero", acrescentando que o cinema tem colocado "demasiados homens" em papéis heróicos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.