De uma praticamente "ilustre desconhecida" a surpreendente vencedora do Óscar de Melhor Atriz, com um dos discursos de agradecimentos da noite, a vida de Olivia Colman vai mudar ainda mais.

A vitória da britânica de 45 anos pela interpretação da Rainha Anne em "A Favorita" foi o choque da cerimónia: com sete nomeações, Glenn Close era uma aposta seguríssima na categoria.

Agora, um consultor norte-americano na área de entretimento garante que a estatueta pode potencialmente valer-lhe uma fortuna.

"O Óscar de Olivia envia-a imediadamente para um novo patamar em Hollywood, tanto em salário como em visibilidade", garantiu Brodie Cooper, da consultadoria JDMC, ao jornal britânico The Mirror.

"Os seus agentes e os estúdios sabem que qualquer projeto que ela faça a seguir terá o muito importante selo de garantia de 'Vencedora do Óscar de Melhor Atriz' nos cartazes e nas propostas", salientou este consultor.

"A cotação de Olivia quadriplicou facilmente da noite para o dia. A curto prazo, ela está a olhar para oportunidades que totalizam para cima de 45 milhões de dólares" [39,5 milhões de euros], estimou.

Cooper não tem dúvidas que vai subir ainda mais quando a Netflix começar a exibir a terceira temporada da série "The Crown", onde Olivia Colman substitui Claire Foy como a rainha Isabel II.

Na cerimónia dos Óscares no domingo, Olivia Colman foi apanhada completamente de surpresa quando Frances McDormand anunciou o seu nome.

Adorável e genuíno, o próprio discurso tornou-se viral: o vídeo nas redes sociais do canal ABC só perde para as visualizações do de Rami Malek a agradecer a estatueta por "Bohemian Rhapsody" e está à frente do de Lady Gaga a ganhar Melhor Canção.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.