Will Smith fez uma pequena antecipação da sua versão da canção "Friend Like Me" no programa de Jimmy Fallon na segunda-feira à noite.

O ator é o Génio na versão em imagem real do clássico de animação "Aladdin", de 1992, mas revelou que a sua primeira reação quando chegou a proposta foi recusar porque sentiu que não podia acrescentar nada de novo à personagem imortalizada por um inesquecível Robin Williams.

Após pensar mais no assunto e encontrar-se com os realizadores, Will Smith contou que mudou de opinião quando começou a mexer em "Friend Like Me" e se inspirou no som da bateria da canção "Impeach The President" (1973), dos The Honey Drippers.

O resultado é inconfundivelmente Will Smith, com o espírito "hip-hop" dos tempos da série "O Príncipe de Bel-Air" (1990-96).

Realizado por Guy Ritchie, o novo "Aladdin" destaca-se pela escolha de atores etnicamente próximos das personagens que interpretam: Aladdin é Mena Massoud, que nasceu no Egipto mas foi criado no Canadá, enquanto o papel da princesa Jasmine ficou para Naomi Scott, inglesa filha de mãe indiana.

No papel do vilão Jafar está Marwan Kenzari, nascido na Holanda e de ascendência tunisina.

Esta versão continua a ser um musical e recupera as composições do original por Alan Menken, Tim Rice e o falecido Howard Ashman (a banda sonora e a canção "A Whole New World" ganharam Óscares), com novas criações co-escritas por Menken e a dupla Pasek e Paul, compositores de "La La Land - Melodia de Amor".

Estreia a 23 de maio de 2019.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.