"007: Sem Tempo Para Morrer" será o 25º e mais longo filme da história da saga James Bond: 163 minutos (duas horas e quarenta e três minutos).

A informação da duração épica digna dos universos cinematográficos de super-heróis acompanha a venda online de bilhetes da americana Regal e da holandesa Pathe Netherlands.

O recorde pertencia ao 24º filme, "007: Spectre" (2015), com 148 minutos.

Curiosamente, o mais curto também pertence às missões de Daniel Craig: "007: Quantum of Solace" (2008), com 106 minutos, o que reflete um dos exemplos mais famosos de filmes afetados por uma gigantesca greve de argumentistas e geralmente visto pelos fãs como um dos mais fracos da saga.

"007: Sem Tempo Para Morrer" é o quinto e último filme da Daniel Craig como James Bond. A acompanhá-lo no elenco estão Rami Malek, Léa Seydoux, Ana De Armas, Christoph Waltz, Lashana Lynch, Ralph Fiennes, Naomie Harris, Ben Wishaw, Rory Kinnear e Jeffrey Wright.

No início da história, Bond deixou o serviço ativo há cinco anos e e está a desfrutar de uma vida tranquila na Jamaica. Mas a sua paz termina rapidamente quando o seu velho amigo Felix Leiter, da CIA (Jeffrey Wright), aparece com um pedido de ajuda.

Uma nova missão passa por  resgatar um cientista raptado e torna-se muito mais traiçoeira do que o esperado, levando Bond a perseguir um misterioso vilão, armado com uma nova tecnologia perigosa.

Safin (Malek), é descrito pela produtora da saga Barbara Broccoli como "alguém realmente desagradável" que sabe como perturbar Bond.

O realizador é Cary Fukunaga (da primeira temporada de "True Detective"), que co-escreveu o argumento com Scott Z. Burns e Phoebe Waller-Bridge ("Fleabag", "Killing Eve").

VEJA O TRAILER.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.