À Inforpress, o artista e compositor maiense lembrou que já teve a oportunidade de ser acompanhado pela orquestra de Cabo Verde, pelo que não considera ser uma novidade, mas que é o realizar de um sonho ser acompanhado pela Orquestra Clássica do Centro, por se tratar de “uma referência”.

Segundo o artista, as duas músicas que vai apresentar, “Noite de Porto Inglês” e “Djarmai Azul”, são duas mornas que ele considera as duas melhores composições que já gravou até o momento, pelo que admitiu ser uma “boa contribuição” para a candidatura da morna a património imaterial da humanidade.

Aquele compositor e intérprete admitiu que estar a ser acompanhado por uma orquestra é “mais um passo” na sua carreira, pelo que espera, nos próximos tempos, gravar uma das suas composições com uma orquestra, aliás algo que disse acreditar trazer mais “transversalidade” à sua música.

Além de Tibau Tavares vão atuar no evento de hoje Nancy Vieira, Osvaldo Dias e Danielson Fonseca e está prevista a participação especial da Orquestra Batucadeiras de Portugal.

O concerto “Saudade” acontece hoje, dia 17,  no auditório do Conservatório de Música de Coimbra (Portugal), pelas 21 horas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.