Artigo

Robin Wright quer Michelle Obama como presidente dos Estados Unidos

A atriz Robin Wright, primeira-dama na série "House of Cards", quer que Michelle Obama substitua Donald Trump na Casa Branca, frisou esta quinta-feira, 18 de maio, no Festival de Cannes.

Durante um debate, Wright disse que Trump "roubou todas as ideias" para os próximos episódios da série da Netflix - em Portugal, exibida no TVSéries -, na qual faz par com Kevin Spacey, um casal disposto a fazer qualquer coisa para se manter no poder.

"Precisamos de ver esperança em algum lugar", afirmou durante um debate sobre o papel das mulheres no cinema. E Michelle Obama "seria uma presidente formidável".

A atriz, de 51 anos, que também realizou vários episódios de "House of Cards", gravou recentemente "Mulher Maravilha", descrito como o "primeiro filme da super-heroína".

No Festival de Cannes, que abriu esta quarta-feira, a atriz apresentou ainda a sua primeia curta-metragem, "The Dark of Night".

Wright pediu que a indústria cinematográfica dê mais espaço para as mulheres, as minoria, especialmente entre os cineastas. "O feminismo é a igualdade. Trabalho igual, salário igual", reivindicou.

A atriz explicou ainda ter sido sido vítima de sexismo ao longo da sua carreira, com uma primeira experiência dolorosa durante um casting, quando tinha 17 anos, em Paris. "Pensei que estavam a olhar apenas para o meu rosto, mas um homem disse-me para levantar a minha camisa e disse: 'Não, gostei mais dos peitos da outra'".

Comentários