Artigo

Disney Channel vai ter história centrada em personagem homossexual em série "teen"

Pela primeira vez na sua história, o Disney Channel vai estrear uma narrativa centrada numa personagem homossexual que vive a descoberta de sua orientação sexual na série "Andi Mack", informou o canal esta quinta-feira.

O episódio de estreia da segunda temporada, que irá para o ar esta sexta-feira nos Estados Unidos, mostrará os melhores amigos Andi (Peyton Elizabeth Lee) e Cyrus (Joshua Rush) ao perceber que estão atraídos pelo mesmo menino.

A série, criado pela argumentista de "O Sexo e a Cidade" Terri Minsky, acompanha a adolescente Andi, de 13 anos, na sua busca por espaço e pelas muitas maneiras de viver a vida.

"Andi Mack é uma história sobre jovens a tentar descobrir quem são", declarou um porta-voz do Disney Channel.

No primeiro episódio, Andi está à espera que os seus pais se casem enquanto tenta compreender os seus sentimentos pelo colega de turma, Jonah.

Ao mesmo tempo, Cyrus, também de 13 anos, começa a perceber que gosta de Jonah, dando início a uma jornada de autodescoberta e de autoaceitação como um jovem gay.

"'Andi Mack' dá aos adolescentes, aos seus familiares e mentores uma maneira significativa de falar sobre estes temas e o poder de decidir os seus futuros", partilhou Joshua Rush no Instagram.

"Estou muito orgulhoso de dar vida à história revolucionária de Cyrus e de verem no que estivemos a trabalhar".

Esta não será a primeira vez que um personagem LGBT aparece no Disney Channel - um episódio de "Good Luck Charlie" apresentou um casal de lésbicas em 2014 -, mas é a primeira que o canal tem um enredo central focado neste tema.

A Disney foi aplaudida pelos telespectadores no início deste ano depois de transmitir o primeiro beijo de pessoas do mesmo sexo na série animada do canal Disney XD "Star vs. the Forces of Evil".

Mas a primeira personagem gay da história da empresa, LeFou, interpretado por Josh Gad, foi visto este ano nos cinemas na versão em imagem real de "A Bela e o Monstro".

"Com cada vez mais adolescentes a revelar que são gay, 'Andi Mack' está a refletir a vida e as experiências de tantos jovens LGBT em todo o país", disse Sarah Kate Ellis, presidente do grupo americano GLAAD.

Comentários